Notícias » Arqueologia

Evidências de massacre ocorrido 6,2 mil anos atrás são descobertas em sítio da Croácia

O assassinato em massa se destacou por características distintas que intrigaram os pesquisadores

Alana Sousa Publicado em 15/03/2021, às 12h00

Vestígios do massacre antigo descoberto na Croácia
Vestígios do massacre antigo descoberto na Croácia - Divulgação/Jacqueline Balen/Museu Arqueológico de Zagreb

Na última quarta-feira, 10, arqueólogos encontraram vestígios de um massacre ocorrido na Croácia há 6,2 mil anos. A descoberta foi feita no sítio arqueológico da região de Potočani, as informações foram publicadas pela revista científica Plos One.

Apesar de o local repleto de evidências arqueológicas ter sido encontrado em 2007, foi apenas em 2012 que especialistas puderam, de fato, estudar o sítio. Os esqueletos vítimas de um massacre foi uma das mais importantes descobertas feitas na região.

No artigo, os estudiosos afirmam que este massacre em particular foi realizado com falta de organização, diferente de outros que são direcionados a um grupo específico de pessoas. Em comunicado, um dos membros da equipe, o professor James Ahern, do Departamento de Antropologia da Universidade de Wyoming, falou sobre o achado histórico.

Crânio de esqueleto vítima do massacre / Crédito: Divulgação/ Mario Novak/Instituto de Pesquisa Antropológica

 

“O DNA, combinado com as evidências arqueológicas e esqueléticas — especialmente aquelas que indicam violência sistemática, talvez até no estilo de execução — demonstra um massacre indiscriminado e sepultamento aleatório de 41 indivíduos de uma comunidade pastoril antiga no que hoje é o leste da Croácia.”

Segundo análises genéticas feitas nos esqueletos milenares, 70% deles possuíam algum tipo de relação familiar. Importante destacar que o número de mulheres e homens assassinados no massacre foi quase o mesmo, algo que intrigou os pesquisadores.

Ahern ainda destaca que “embora não tenhamos evidências sobre a causa da morte de outros indivíduos, suas mortes foram quase certamente violentas”. O professor sugere um motivo para a implosão do conflito: “O aumento do tamanho da população faz com que os grupos excedam seus recursos locais e exijam expansão para outras áreas. Tanto a mudança climática quanto o aumento da população tendem a causar desorganização social e atos violentos, como o que aconteceu em Potočani”.

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.