Notícias » Brasil

Excluídos da História: Estudantes brasileiros criam dicionário sobre figuras esquecidas

Projeto foi realizado por 6.753 alunos que participaram da quinta fase da Olimpíada Nacional em História do Brasil do ano passado — e conta com 2.251 verbetes sobre esses personagens

Fabio Previdelli Publicado em 20/08/2020, às 13h00 - Atualizado às 13h01

Imagem de algumas páginas do dicionário biográfico Excluídos da História
Imagem de algumas páginas do dicionário biográfico Excluídos da História - Divulgação/Unicamp/Direitos Reservados

Entre os dias 3 e 8 de junho de 2019, 6.753 alunos — dividido em equipes de três participantes cada — participaram da quinta fase da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB). Nesta edição, em questão, foi proposto aos estudantes que levantassem nomes de importantes personagens brasileiros que estão fora dos livros oficiais.

Assim surgiu o dicionário biográfico Excluídos da História, que conta com um total de 2.251 verbetes sobre esses personagens, que pode ser acessado online de maneira gratuita (basta clicar aqui).

Página sobre Maria da Conceição da Costa Neves felito pelos estudantes Laura Gomes, Vitória Vasconcelos e Fernando Antonov / Crédito: Divulgação/ dicionário biográfico Excluídos da História

 

Segundo a coordenadora da ONHB, Cristina Menguello, explicou à Agência Brasil, a ideia do projeto começou a partir do samba enredo da Estação Primeira de Mangueira, que se apresentou e ganhou o Carnaval carioca de 2018 com o enredo História para Ninar Gente Grande.

“Logo na primeira fase da prova a gente fez uma pergunta usando o próprio samba enredo da Mangueira. A gente usa documentos variados, letra de música, propaganda, documentos históricos mais clássicos, imagens, etc. A gente já tinha definido que esse seria o tema da tarefa deles para a quinta fase e fomos colocando as perguntas para eles irem entendendo o tema desde a primeira fase”, explica Menguello.

Porém, originalmente, a professora explica que havia a intenção de se publicar o material feito pelos estudantes. Entretanto, devido a diversidade e riqueza das pesquisas, a coordenação decidiu compartilhar o conteúdo não só com docentes e estudantes, mas com todos aqueles que possuem interesse em descobrir mais sobre a história brasileira.

Página do Cacique Tibiriça feita pelos estudantes Isabella, Italo e Rafael / Crédito: Divulgação/ dicionário biográfico Excluídos da História

 

“Superou nossa expectativa. Nós observamos que esses personagens desconhecidos são personagens negros, são mulheres importantes para a história do Brasil, são mulheres negras, são líderes locais. Muitos fizeram o verbete de pessoas que estão vivas. São líderes indígenas, pessoas perseguidas na ditadura militar, professores que foram censurados na ditadura militar. Temos de personagens do Brasil colônia até pessoas que estão vivas nesses verbetes”, explica Cristina, apontando que muitos participantes entenderam que a história é construída continuamente por vários desses personagens.

Apesar da diversidade, existem algumas figuras que foram lembradas por mais de um grupo, mas isso não é um problema, muito pelo contrário, essas repetições trazem abordagens diferentes sobre a mesma pessoa, o que ajuda a construir uma biografia mais completa e inclusiva.