Notícias » Arqueologia

Rara canoa usada pelos maias é encontrada no México

A embarcação é a primeira de seu tipo a ser encontrada tão preservada

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 01/11/2021, às 16h30

Fotografia do achado
Fotografia do achado - Divulgação/ Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH)

Nas ruínas de Chichen Itzá, uma grande cidade maia do passado que fica localizada onde hoje está o estado mexicano de Yucatán, foi encontrada uma canoa única datada de mais de mil anos atrás. 

De acordo com as informações do Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH), que divulgou a descoberta na última sexta-feira, 30, a valiosa embarcação de madeira estava praticamente intacta.

Conforme um comunicado do instituto, que foi repercutido pela Reuters, o estado de preservação formidável da canoa a torna uma descoberta inédita. 

Ela foi encontrada submersa dentro de uma piscina natural da área, e apresenta as dimensões de 1,60 metros de comprimento e 80 centímetros de largura. 

As conclusões iniciais da equipe que fez a descoberta são de que o meio de locomoção pela água foi produzido e utilizado quando a civilização maia já estava perto de entrar em declínio. A possível função da canoa seria fazer o transporte de oferendas rituais

Os pesquisadores do INAH irão enviar o artefato para a Universidade Sorbonne, em Paris, onde ele poderá ser submetido a análises laboratoriais que determinarão o tipo da madeira, e poderão ainda dar uma idade mais precisa para o objeto.