Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / SpaceX

Fazendeiro australiano descobre lixo espacial em pasto de ovelhas

Nave SpaceX Crew-1 foi lançada no espaço em novembro de 2020

Redação Publicado em 02/08/2022, às 17h06 - Atualizado às 17h07

Fazendeiro com lixo espacial em propriedade na Austrália - Divulgação/Vídeo/ABC
Fazendeiro com lixo espacial em propriedade na Austrália - Divulgação/Vídeo/ABC

Um fazendeiro australiano se surpreendeu ao encontrar o que pode ser um pedaço de lixo espacial da nave SpaceX Crew-1, empresa do bilionário Elon Musk, em sua propriedade no sul do estado de Nova Gales do Sul.

A família do agricultor Mick Miners foi capaz de ouvir um estrondo vindo de um pasto de ovelhas na fazenda, situada nas proximidades de Jindabyne, nas Montanhas Nevadas, quando o material atingiu o solo com velocidade estimada de 25 mil km/h.

Além do criador de ovelhas, o vizinho dele, Jock Wallace, também relatou ter encontrado objetos estranhos na propriedade. Foram três partes de lixo especial achadas na região entre 14 e 25 de julho.

"Eu não sabia o que pensar, não tinha ideia do que era", revelou Miners à emissora.

Após uma inspeção, o astrofísico da Universidade Nacional Australiana, Brad Tucker, foi acionado para avaliar o material que é, de acordo com ele, "definitivamente lixo espacial que fazia parte do tronco SpaceX Crew-1", segundo relatou à rede ABC.

O especialista afirmou ainda que é possível que esse seja o maior pedaço de detritos espaciais conhecido já encontrado na Austrália desde o retorno da estação espacial Skylab da Nasa à Terra, acima da cidade de Esperance, em 1979.

Investigação

Segundo o Tilt, do UOL, a ASA (Agência Espacial Australiana) está investigando o caso, atuando com os Estados Unidos para entender a origem dos objetos e a quem de fato pertencem.

"A agência está trabalhando ativamente para apoiar a identificação formal dos objetos e está em contato com nossos colegas nos EUA, bem como outros integrantes da comunidade e autoridades locais", informou um porta-voz ao The Guardian.


+O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir!