Notícias » Estados Unidos

FBI investiga caso de "homem com mochila à jato" próximo de aviões

Dois pilotos de aviões comerciais reportaram a torre de controle do aeroporto de Los Angeles o bizarro avistamento

Caio Tortamano Publicado em 03/09/2020, às 15h50

Imagem ilustrativa de homem utilizando mochila com propulsão à jato
Imagem ilustrativa de homem utilizando mochila com propulsão à jato - Wikimedia Commons

De acordo com o jornal Los Angeles Times, dois pilotos entraram em contato com autoridades dos Estados Unidos depois de terem visto um homem com uma mochila a jato passar voando muito perto de aviões em voo na Califórnia.

Um piloto da American Airlines relatou para o controle do aeroporto de Los Angeles ter passado apenas 270 metros de um homem utilizando um dispositivo voador. Pouco depois do primeiro contato, um piloto de outra companhia aérea repetiu a denúncia.

Agora, o FBI e a Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos estão investigando o caso para obter mais informações do suposto caso. Diante da altura a que a pessoa estava utilizando o equipamento, deve ser um dos modelos de mochilas a jato movidas por combustível.

A tecnologia, que não é nova, vem sendo testada amplamente ao redor do mundo. A própria Administração Federal ainda não sancionou leis que possibilitem o uso de mochilas à jato em áreas amplamente povoadas, como cidades.

A situação parece ser mais complicada do que parece, pois, nenhuma das empresas registradas que vendem esse tipo de equipamento não as comercializam amplamente, sendo difícil ter acesso a um deles.

Além disso, o espaço aéreo próximo ao aeroporto de Los Angeles, um dos mais movimentados do mundo, é extremamente controlado, tornando a situação mais delicada ainda.