Notícias » Brasil

Fernando Holiday condena queima de estátua de Borba Gato: 'Ato criminoso'

Vereador diz acreditar que não devemos julgar o passado com os padrões do presente e ressalta importância dos bandeirantes: ‘Homenagens ainda fazem sentido’

Fabio Previdelli Publicado em 26/07/2021, às 16h29

Estátua de Borba Gato e foto do vereador Fernando Holiday
Estátua de Borba Gato e foto do vereador Fernando Holiday - Geogast e Fernando Holiday, via Wikimedia Commons

No último final de semana, manifestantes atearam fogo na estátua do bandeirante Borba Gato, que fica na Praça Augusto Tortorelo de Araújo, localizada em Santo Amaro, na cidade de São Paulo.

A ação dividiu opiniões de pessoas que concordaram com a queda de uma figura símbolo da escravidão e outras que criticaram a depredação de um patrimônio público. 

Voz que representa esse segundo grupo, o vereador de São Paulo Fernando Holiday classificou o ato como “vandalismo” e “criminoso” em entrevista ao UOL News Tarde, onde declarou que a retirada de uma estátua deveria passar por uma discussão entre a sociedade e o poder público. 

“Os paulistanos merecem participar da discussão sobre o destino dessas estátuas e dessas homenagens, e não foi o que aconteceu com esse verdadeiro vandalismo, esse ato criminoso que aconteceu na estátua do Borba Gato”, declarou Holiday.  

Para o político, não podemos julgar uma pessoa do passado por ações que são condenadas hoje em dia. Ao invés disso, Fernando acredita que as pessoas precisam entender que, apesar dos bandeirantes terem cometidos atos que são repudiados atualmente, eles tiveram uma grande contribuição para o desenvolvimento do estado. 

"São figuras que tiveram importância muito grande não só para o estado de São Paulo, mas para o país inteiro, e que não estavam submetidas à nossa lógica atual, à nossa legislação atual, e, por isso, a meu ver, essas homenagens a essas figuras ainda fazem algum sentido", completou. 

A entrevista completa de Fernando Holiday ao UOL News Tarde clicando aqui