Notícias » Paleontologia

Ferramentas de pedra revelam presença humana há 18 mil anos em ilha na Indonésia

Com objetos moldados, a equipe conseguiu concluir que os humanos primitivos construíram comunidade na floresta de Obi, na província de Maluku Utara

Wallacy Ferrari Publicado em 20/08/2020, às 11h10

Fotografia em plano detalhe das lascas do machado de pedra
Fotografia em plano detalhe das lascas do machado de pedra - Australian National University

Uma equipe de pesquisadores da Australian National University realizou um estudo explicando como as ferramentas pedra utilizadas por humanos pré-históricos remontam uma passagem crucial dos humanos na ilha tropical de Obi, na Indonésia. O artigo, publicado nesta quinta-feira, 20, no PLOS ONE, sugere que os humanos chegaram na ilha há cerca de 18 mil anos.

Com a localização de utilitários moldados em formatos apropriados para a caça e alcance de itens, os cientistas da instituição conseguiram localizar objetos lascados pela utilização. A descoberta explica que os humanos se estabeleceram por lá e fizeram comunidade por mais oito mil anos, utilizando a floresta tropical para plantar e colher vegetais e utilizando canoas para a locomoção regional.

Fotografia capta diversos ângulos de ferramenta de pedra / Crédito: Australian National University

 

Além das ferramentas de pedra, a equipe localizou conchas de molusco moldadas como machados terrestres, datando de cerca de 14 mil anos atrás. Tanto os objetos com base em rochas quanto os de conchas auxiliaram na construção de canoas. Os pesquisadores concluíram que, pelo fato do nível do mar subir 120 metros de 18 mil anos para os dias atuais, os trajetos marítimos eram mais curtos.