Notícias » Estados Unidos

Filha de Elvis Presley vende sua casa após uma terrível tragédia

Em julho de 2020, o único neto do Rei do Rock foi encontrado morto na mansão que, agora, foi arrematada por R$ 11,7 milhões

Pamela Malva Publicado em 14/03/2021, às 09h00

Fotografia da enorme mansão de Lisa Marie Presley
Fotografia da enorme mansão de Lisa Marie Presley - Divulgação

Aos 53 anos, Lisa Marie Presley, a filha do lendário Rei do Rock, passou por um dos episódios mais traumáticos de sua vida no ano passado. Agora, por culpa da tragédia familiar, ela vendeu sua casa em Calabasas, na Califórnia, por cerca de US$ 2 milhões.

Acontece que, no fatídico dia 12 de julho de 2020, o filho da mulher, Benjamin Keough, cometeu suicídio na casa onde a mãe morava. As luxuosas paredes, então, foram marcadas pela a memória da data em que o jovem de 27 anos, único neto de Elvis Presley, usou uma espingarda para atentar contra a própria vida.

Construída em 1989, a enorme mansão de 334 metros quadrados foi comprada por Lisa em março de 2020, por US$ 1,8 milhão (cerca de R$ 10,5 milhões na cotação atual). Poucos meses depois, todavia, a tragédia fez com que a mulher quisesse sair da casa.

Com cinco quartos, quatro banheiros, uma cozinha moderna de aço inox e uma piscina de imersão, a casa foi comprada por uma mulher, cuja identidade não foi revelada. Segundo a Variety, a nova proprietária desembolsou um valor próximo aos R$ 11,7 milhões para adquirir a antiga casa da filha de Elvis.