Notícias » Paleontologia

Fóssil na sala de The Rock é ‘Stan’, o tiranossauro mais caro já vendido?

Depois de aparecer em uma entrevista com um crânio de dinossauro ao seu lado, Dwayne Johnson gerou rumores sobre ser o comprador anônimo do impressionante esqueleto

Isabela Barreiros Publicado em 19/01/2022, às 11h51

The Rock com o crânio do tiranossauro rex durante entrevista
The Rock com o crânio do tiranossauro rex durante entrevista - Divulgação/Youtube/Highlight Hell

Dwayne “The Rock” Johnson deu uma entrevista aos irmãos Peyton e Eli Manning no ManningCast da NFL e da ESPN na última segunda-feira, 17. Além de falar sobre futebol americano, o ator comentou sobre um artefato interessante que apareceu ao seu lado.

"Eu tenho um crânio de T. rex , sim", disse Johnson, enquanto ria. "Esse é Stan. Na verdade, Stan é o crânio de T. rex mais completo já encontrado por um paleontólogo — um jovem paleontólogo — e seu nome era Stan, então essa cabeça de T. rex recebeu o nome dele. Muito legal, não é?", completou.

A fala gerou grande repercussão nas redes sociais e fez com que muitos rumores começassem a circular: o artista, de fato, era o comprador anônimo que havia adquirido o fóssil do Tyrannosaurus rexStan’, que bateu o recorde de mais caro já adquirido?

Em outubro de 2020, o mundo se surpreendeu quando o esqueleto foi vendido por um recorde de US$ 31,8 milhões, o equivalente a R$ 175, segundo a cotação atual. No entanto, ninguém soube quem pagou tal valor pela peça.

Segundo Peter Larson, paleontólogo, presidente e fundador do Black Hills Institute (BHI), em Dakota do Sul, nos EUA, empresa que possuía o esqueleto anteriormente, o crânio que apareceu na entrevista de The Rock é apenas uma réplica, não o verdadeiro fóssil do predador.

The Rock comprou do Black Hills Institute um molde do crânio de Stan” no fim do ano passado, ele explicou ao portal Live Science. "Nós estávamos muito animados que ele iria conseguir um. Ele é um dos nossos heróis. Ele parece ser um ser humano realmente genuíno que desempenha papéis muito legais nos filmes."

Ainda que seja uma réplica, o artefato custa caro. Johnson teve que desembolsar US $ 11.500, cerca de R$ 63 mil, mais custos de embalagem e envio, para ter o objeto em sua casa.

De acordo com Larson, cinco a dez réplicas de crânios são vendidas ao ano, sendo “um dos nossos mais vendidos”, como ressaltado. “O que é realmente legal é que é um tamanho que você pode caber em uma casa”, acrescentou. O item tem 147 por 81 centímetros.

O verdadeiro comprador do esqueleto, porém, permanece um mistério. "A empresa de leilões não foi capaz de nos dizer para onde Stan foi", disse o paleontólogo. "Estamos mantendo nossos dedos cruzados para que Stan vá a um museu. Stan é um espécime super importante para a ciência”, destacou.