Notícias » Israel

Fotógrafo realiza, no Mar Morto, ensaio com mais de 100 pessoas nuas

Convidado pelo Ministério do Turismo, é a terceira vez que Spencer Tunick vai até Israel

Fabio Previdelli Publicado em 18/10/2021, às 18h27

Ensaio realizado no Mar Morto
Ensaio realizado no Mar Morto - Getty Images

Pela terceira vez, o fotógrafo Spencer Tunick reuniu centenas de pessoas em um terreno árido próximo do Mar Morto, no Oriente Médio, para um ensaio fotográfico. A parte curiosa do projeto do artista norte-americano é que todos os modelos estavam nus e pintados de branco.  

Vestido de preto, Spencer pôde ser visto no domingo, 18, em pé no teto de um veículo, de onde emitia comandos através de um megafone. “Todos se recompõem”, disse ele. "Mãos para baixo." 

“Para mim, o corpo representa beleza, vida e amor”, disse ao The Guardian. Tunick, segundo o periódico britânico, já encenou dezenas de fotos de nudez em grande escala ao redor do mundo. 

De acordo a AFP, a intenção do artista ao pintar seus modelos de branco era de retratar a história bíblica da esposa de Ló. Segundo as Escrituras, ela se transformou em uma estátua de sal. Spencer Tunik está em Israel a convite do Ministério do Turismo. 

A intenção do fotógrafo é fazer um alerta sobre como as condições climáticas afetam o local. Conforme explica oThe Guardian, o Mar Morto está recuando um metro por ano. Em uma das vezes que o artista esteve por lá, há uma década, ele retratou mais de mil modelos nus.  

Grande parte da água que flui acima do Mar Morto é desviado por Israel e Jordânia para a agricultura e o consumo humano. Além disso, soma-se os efeitos da extração mineral e a evaporação acelerada, provocada pelas mudanças do clima.  

Quando Tunick voltou ao local pela segunda vez, cinco anos depois, as águas plácidas de sua primeira filmagem haviam baixado, abandonando a areia crocante e buracos escancarados.