Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Arma de fogo

Garoto de 12 anos morre baleado por irmão de 8 anos, na Bahia

A arma disparada pertencia ao pai dos irmãos

Redação Publicado em 15/06/2022, às 14h30

Garoto de 12 anos foi morto pelo irmão em acidente na cidade de Remanso, na Bahia - Foto por Jörg Prohaszka pelo Pixabay
Garoto de 12 anos foi morto pelo irmão em acidente na cidade de Remanso, na Bahia - Foto por Jörg Prohaszka pelo Pixabay

Um menino de 8 anos matou acidentalmente seu irmão, de 12 anos, na zona rural da cidade de Remanso, ao norte da Bahia, na última segunda-feira, 13. Segundo a Polícia Militar, que investigou o caso, o garoto de 8 anos atingiu seu irmão com um tiro de espingarda, que pertencia ao pai dos menores.

Vagner Lopes de Almeida, que tinha 12 anos, estava em casa com seu irmão — cuja identidade não foi revelada — no momento do acidente. O disparo ocorreu após a criança mais nova tentar carregar o armamento.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado no momento, mas Vagner foi constatado morto ainda no local do acidente. De acordo com a Polícia, o pai das crianças informou que a espingarda era utilizada para caça. Ele foi autuado por posse irregular de arma de fogo e omissão de cautela, mas não permaneceu detido, de acordo com o g1.

A PM ainda acrescentou que, no momento do acidente, os irmãos estavam com uma tia. Ela e os pais da criança tiveram de ir à delegacia para registrar o caso, e a arma foi levada para perícia. O corpo de Vagner Lopes de Almeida foi sepultado na última terça-feira, 14.

Tiros acidentais

Em pesquisa realizada pelo New England Journal Medicine, jornal acadêmico estadunidense, no ano de 2020 — em plena pandemia de Covid-19 — as mortes entre crianças no país por armas de fogo havia superado o número de mortes por acidentes de trânsito do mesmo grupo.

A pesquisa alerta para o problema da liberação e facilidade de acesso a armas de fogo no país, o que vem gerando bastante discussão ao longo dos últimos anos.