Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Doenças

Gato transmite peste bubônica para dono nos Estados Unidos

Doença que matou milhões de pessoas na Europa medieval foi transmitida por felino na zona rural do condado de Deschutes, no estado do Oregon

Éric Moreira Publicado em 13/02/2024, às 13h18

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem ilustrativa de gato - Foto por CarolinaP pelo Pixabay
Imagem ilustrativa de gato - Foto por CarolinaP pelo Pixabay

Na última semana, autoridades do condado de Deschutes, localizado no estado norte-americano do Oregon, informaram em comunicado que um morador da zona rural da região — que não teve sua identidade revelada — havia pego peste bubônica. O transmissor da doença, no caso, seria seu gato de estimação.

Vale recordar que a peste bubônica foi a doença responsável pela chamada Peste Negra na Europa medieval, que vitimou milhões de pessoas em uma das pandemias mais mortais de toda a história. Felizmente, nos tempos modernos a doença é muito mais rara e, embora potencialmente mortal, pode ser facilmente tratada.

+ Alasca: Primeiro caso fatal de varíola pode estar relacionado a gato de rua

De acordo com o Dr. Richard Fawcett, oficial de saúde do condado de Deschutes, "todos os contatos próximos do residente e de seu animal de estimação foram contatados e receberam medicamentos para prevenir doenças".

Felizmente, este caso foi identificado e tratado nas fases iniciais da doença, representando pouco risco para a comunidade. Nenhum caso adicional de peste surgiu durante a investigação de doenças transmissíveis", acrescenta o comunicado.

Peste bubônica

O condado de Deschutes também comenta que o caso recente é o primeiro exemplo de peste bubônica em todo o Oregon desde 2015. Geralmente, a doença é transportada por animais como esquilos, ratos e outros roedores.

+ Lepra, peste negra e gripe espanhola: As piores epidemias da História

Segundo o The Guardian, os sintomas surgem de dois a oito dias após a exposição a um animal ou pulga infectado com a doença. Geralmente podem ser notados febre, náusea, fraqueza, calafrios, dores musculares e gânglios linfáticos inchados, chamados bubões — o que dá nome à peste.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!