Notícias » Brasil

Governo destina R$ 700 milhões às regiões afetadas pelas chuvas

A medida foi anunciada na última sexta-feira, 31, e deve ser revertida "principalmente aos Estados da Bahia e de Minas Gerais"

Redação Publicado em 01/01/2022, às 13h00

Imagem de uma das cidades baianas sofrendo com as enchentes
Imagem de uma das cidades baianas sofrendo com as enchentes - Divulgação / Governo Estadual da Bahia

O registro desta última semana sobre as chuvas e enchentes na Bahia, e agora em Minas Gerais, soma mais de 600 mil pessoas afetadas pelos desastres naturais. No caso da Bahia, 91 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas, 517 foram feridas e 25 mortas, enquanto isto, em Minas, os afetados já passam dos mais de 10 mil.

Em meio aos desastres e às diversas críticas, o Governo Bolsonaro publicou no Diário Oficial da última sexta-feira, 31, uma medida provisória que aponta R$ 700 milhões destinados ao auxílio e assistência social da população afetada pelas intensas chuvas.

Segundo o G1, a Secretaria-Geral explicou que a movimentação de recursos será destinada para a proteção do povo brasileiro e apoio às pessoas impactadas de qualquer forma por este desastre natural. Em comunicado, a secretaria afirmou:

A medida visa o enfrentamento das consequências das fortes chuvas que acometeram diversas regiões do Brasil, principalmente os Estados da Bahia e de Minas Gerais, que deixaram milhares de pessoas desabrigadas ou desalojadas, em decorrência de alagamentos, deslizamentos de terra e danos à infraestrutura local, com interdição de estradas, quedas de pontes e viadutos e interrupção de fornecimento de energia elétrica e água potável."

A medida será dividida em duas grandes quantidades, sendo formas importantes de auxílio aos afetados. Cerca de R$ 200 milhões irão para a alimentação e distribuição a grupos tradicionais específicos, enquanto os outros R$ 500 milhões serão destinados ao fortalecimento da rede de serviços do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).