Notícias » Reino Unido

Grande cemitério romano com mais de 50 corpos de adultos e crianças é encontrado na Inglaterra

As sepulturas foram encontradas durante a construção de uma escola e continham itens curiosos como asa de galinha e ossos esculpidos

Daniela Bazi Publicado em 07/01/2020, às 15h04

Corpo de uma mulher encontrada que foi enterrada com uma espécie de travesseiro
Corpo de uma mulher encontrada que foi enterrada com uma espécie de travesseiro - Divulgação/Wessex Archaeology

Um suposto cemitério romano contendo túmulos com itens luxuosos foi encontrado em Somerset, Inglaterra, durante obras para a construção de uma nova escola. As covas abrigavam restos de pouco mais de 50 adultos e crianças.

Além de joias e uma moeda datada entre 69 a 79 d.C., alguns dos corpos foram enterrados com itens diferentes, incluindo uma panela contendo uma asa de galinha, um travesseiro e um pedaço de osso esculpido. A recente descoberta fornece novas informações sobre como era a vida e como foi a morte dos residentes do sudoeste da Grã-Bretanha após a invasão britânica.

A moeda encontrada teria pertencido ao reinado do imperador Vespasiano / Créditos: Wessex Archaeology

 

Devido a grandeza da arquitetura dos túmulos e dos itens enterrados serem diferentes das sepulturas romanas comuns, é provável que as pessoas enterradas tivessem um alto status na sociedade.

O fato que deixou os arqueólogos mais fascinados foi a estrutura das covas. A maioria delas eram revestidas de pedras e seladas com placas utilizadas para construir telhados há 2.000 anos. Uma das cavidades ainda continha uma estrutura que se assemelhava a uma tenda, também feita com as mesmas placas.

Steve Membery, arqueólogo e membro do South West Heritage Trust, relatou ao The Guardian que "Esta é uma descoberta significativa. Os indivíduos tinham evidentemente algum status. A maioria das sepulturas na Grã-Bretanha romana é praticamente um corte retangular com alguém deitado de costas. Eles realmente construíram essas sepulturas. Houve muito mais cuidado com elas."

Nesta cova, o corpo foi enterrado junto de um vaso, ao lado de sua cabeça / Créditos: Wessex Archaeology

 

Segundo Membery, os indivíduos teriam vivido em uma vila romana próxima ao local onde os corpos foram encontrados, que ainda não foi descoberta. Entretanto, arqueólogos já encontraram um banheiro externo e um celeiro que acreditam pertencer à vila.

Agora, os especialistas farão análises de DNA nos indivíduos para descobrir por que eles foram enterrados ali. Também foi iniciada uma pesquisa para saber se os britânicos adotaram a cultura romana, mas os arqueólogos não pretendem revelar o resultado tão cedo. Os pesquisadores devem liberar um relatório completo explicando todas as descobertas.