Notícias » Alemanha

Museu Green Vault, na Alemanha, é roubado e prejuízo chega a 1 bilhão de euros

Mais de 100 itens foram levados no que já é considerado um dos maiores roubos da história da arte

Alana Sousa Publicado em 25/11/2019, às 14h00

Exposição de tesouros do Museu Green Vault, na Alemanha
Exposição de tesouros do Museu Green Vault, na Alemanha - Getty Images

Na manhã de hoje, 25, o Museu Green Vault, um dos mais importantes da Alemanha, localizado em Dresden, foi roubado. O crime está sendo considerado como um dos maiores roubos da história da arte, tendo um prejuízo avaliado em 1 bilhão de euros (cerca de 4,6 bilhões de reais).

Segundo a diretora do Green Vault, Marion Ackermann, 111 itens foram roubados, incluindo diamantes, taças, rubis e esmeraldas, retirados do Cofre Verde do museu — considerado o mais seguro do local, o equivalente ao Fort Knox, que guarda os tesouros dos Estados Unidos.

Interior do Museu Green Vault / Crédito: Getty Images

 

O chefe da instituição, Dirk Syndram, declarou que os objetos são como uma herança cultural mundial: “Estamos falando aqui de objetos de valor cultural incomensurável”.

De acordo com a polícia local, os assaltantes atearam fogo em uma ponte próxima a fim de cortar a energia elétrica da região. Com os alarmes desativados, os criminosos invadiram o Green Vault. Uma investigação está em andamento, mas ainda não há suspeitos do roubo.

O Museu Green Vault foi inaugurado por Augusto II, da Polônia, no século 18. O local abriga as maiores riquezas da Europa, como joias raras, moedas e artefatos que ilustram a história do país.