Notícias » Japão

Japão opta por despejar água contaminada de Fukushima no mar

De acordo a mídia local, a decisão deve ser anunciada formalmente em breve

Penélope Coelho Publicado em 09/04/2021, às 14h05

A usina vista do mar no ano de 2013
A usina vista do mar no ano de 2013 - Wikimedia Commons

De acordo com informações da agência de notícias Reuters, publicadas nesta sexta-feira, 9, pelo UOL, autoridades do Japão decidiram pelo descarte da água que foi contaminada no acidente nuclear de Fukushima, em 2011. Segundo revelado na publicação, o líquido deve ser jogado no mar.

De acordo com a mídia local, a decisão oficial deve ser anunciada em breve, na próxima terça-feira, 13, pelo primeiro-ministro do Japão,Yoshihide Suga. Sabe-se que desde a destruição da usina nuclear de Fukushima, em 2011, a Companhia de Energia de Tóquio, já recolheu mais de um milhão de toneladas de água contaminada.

Desde então, o assunto causa preocupação sobre o destino do líquido, já que atualmente o espaço para armazená-lo está se esgotando. De acordo com a reportagem, o nível máximo de capacidade para o armazenamento pode ser atingido já no ano que vem.

A atual decisão do governo japonês encerraria essa discussão, contudo, a opção de descartar a água contaminada no mar é criticada por muitos, em decorrência dos possíveis danos que o despejo pode causar.

A água destinada para descarte passou por um tratamento que eliminou a maioria das substâncias tóxicas presentes, contudo, o trítio permanece. Em doses altas, esse elemento pode ser prejudicial para a saúde humana.