Notícias » Japão

Japão: Primeiro-ministro, Shinzo Abe, anuncia que irá renunciar ao cargo

O político afirma que enfrenta problemas de saúde e permanecerá na função até que um sucessor assuma seu lugar

Penélope Coelho Publicado em 28/08/2020, às 09h20

Shinzo Abe em 2015
Shinzo Abe em 2015 - Wikimedia Commons

Nesta sexta-feira, 28, durante uma entrevista coletiva, o premiê do Japão, Shinzo Abe, fez um anúncio afirmando que renunciará ao cargo em decorrência de problemas de saúde. As informações são do portal de notícias G1.

Aos de 65 anos de idade, o político afirmou que está enfrentando novamente uma doença inflamatória intestinal chamada colite ulcerosa crônica, a enfermidade não tem cura. Em seu primeiro mandado (2006-2007), Abe renunciou pelo mesmo motivo. Desde 2012, porém, Shinzo está na função de primeiro-ministro do país, seu mandato vai até o ano de 2021, e o premiê disse que irá continuar no cargo até que um substituto seja escolhido.

"Minhas condições de saúde não são perfeitas. Problemas de saúde podem levar a decisões políticas erradas. Decidi renunciar ao cargo de primeiro-ministro", afirmou o político durante a entrevista coletiva realizada em Tóquio.

Emocionado, o premiê afirmou que está “profundamente triste” por ter que renunciar às suas funções antes do que seria previsto. Antes do anúncio, Abe já havia estado duas vezes em um hospital durante as últimas semanas.  De acordo com informações do portal de notícias UOL, recentemente, uma revista japonesa afirmou que o premiê está cuspindo sangue desde o início de julho.