Notícias » Entretenimento

Kill Bill Vol. 3 pode ser próximo longa de Tarantino: ‘Por que não?’

Segundo volume da trama com Uma Thurman foi lançado em 2004

Isabela Barreiros Publicado em 20/10/2021, às 12h03

Divulgação de Kill Bill (2003)
Divulgação de Kill Bill (2003) - Divulgação/Miramax Films

O diretor Quentin Tarantino animou os fãs da história de Kill Bill ao falar sobre seus planos futuros durante uma palestra no Festival de Cinema de Roma na noite de ontem, 19. Ele disse que “não tem ideia” de qual será seu próximo filme, mas foi questionado sobre uma possível sequência.

"Eu não tenho ideia, ainda de qual será o meu próximo longa-metragem. Pode ser Kill Bill Vol. 3, por que não?", afirmou Tarantino, como repercutido pela revista Variety. 

Não é novidade que o cineasta pensa em fazer uma continuação dos filmes lançados em 2003 e 2004, que contaram com Uma Thurman no papel principal. Na trama, a Noiva planeja uma vingança contra o seu ex-chefe e amante, Bill, vivido por David Carradine

As duas produções conquistaram um grande público, arrecadando mais de US$ 330 milhões nas bilheterias mundiais. Agora, como relata Tarantino, o filme seguiria a tentativa de vingança da filha de Vernita Green, interpretada por Vivica A. Fox, à Noiva por ter assassinado a mãe. 

Ainda durante a cerimônia, onde recebeu um prêmio pelo conjunto da obra, entregue pelo cineasta de terror italiano Dario Argento, o diretor discorreu sobre outros projetos além de longas-metragens. Ele planeja produzir um livro sobre crítica de cinema e uma série de TV que mistura comédia e faroeste, por exemplo. 

"Estou ansioso para fazer isso, porque acho que vai ser bem divertido. Eu quero filmar no estilo do Spaghetti Western, mas com cada personagem falando uma língua diferente do que deveria”, contou. 

“O bandido é mexicano, mas fala italiano; o herói fala inglês; o xerife corrupto fala alemão; a garota do saloon é latina, mas fala hebreu. Os atores só sabem que, quando o outro terminar de falar, é a vez deles", explicou Tarantino