Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Baiano de seis dedos

Lula ironiza ao comparar-se com 'baiano de seis dedos'

Lula comentou caso do baiano que viralizou devido a dedos em excesso: "Só fui até o Tetra"

Redação Publicado em 23/11/2022, às 18h16

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Á esquerda imagem de baiano de seis dedos e à direita imagem de Lula - Divulgação / Arquivo pessoal e Getty Images
Á esquerda imagem de baiano de seis dedos e à direita imagem de Lula - Divulgação / Arquivo pessoal e Getty Images

Em seu Twitter, o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), compartilhou uma notícia sobre uma figura muito falada no país nesses tempos de Copa, o baiano de seis dedos. Na publicação, Lula deixou claro que espera o sonhado Hexa.

Lula compartilhou em suas redes sociais, uma notícia sobre Josevaldo de Almeida Thomé, o baiano de seis dedos. Lula ironizou o fato de que o baiano tem dedos em excesso, enquanto que, no caso dele, é o contrário: "Só fui até o Tetra", em suas palavras.

Imagem de Josevaldo de Almeida / Reprodução / Twitter

Em 1964, Lula perdeu o dedo mínimo da mão esquerda durante seu trabalho na metalúrgica Independência, no bairro Vila Carioca, em São Paulo. O caso ocorreu quando uma das prensas quebrou e ele decidiu colocar sua mão na máquina para fazê-la voltar a funcionar, como informado pelo g1. 

O baiano de seis dedos

Visto como o atual amuleto do Hexa, o baiano de seis dedos contou ao g1 que sentia-se privilegiado por conseguir fazer o "sinal do hexa" com somente uma das mãos. Josevaldo tem 12 dedos e em todo período de Copa, ele recebe um apelido especial. 

"Todos que me conhecem e sabem que tenho seis dedos em cada mão me chamam de hexa", contou em entrevista ao g1. 

Enquanto Lula tem somente 9 e atiça a curiosidade das pessoas, já que as buscas sobre como ele perdeu seu dedo cresceram nas pesquisas do Google pela terceira vez esse ano. Já que teve outros dois picos, o primeiro antes do primeiro turno, durando de 28 de agosto a 3 de setembro e o segundo entre os dias 2 e 8 de outubro.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!