Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Recorde mundial

Maior “trairão” do Brasil é capturado e pescador quer entrar para o recorde mundial

Peixe encontrado no Pará mede 97 centímetros e pode entrar para recorde mundial

Redação Publicado em 22/07/2022, às 20h08 - Atualizado em 25/07/2022, às 15h25

Eduardo com o pescado de 97 centímetros - Arquivo Pessoal
Eduardo com o pescado de 97 centímetros - Arquivo Pessoal

No início do mês de julho, Eduardo Monteiro, um pescador esportista, capturou uma espécie de peixe de água doce conhecida no Pará, Amazonas e Mato Grosso como “trairão”. O animal tem 97 centímetros e 29 lbs, que é a medida de peso utilizada na pesca esportiva.

A pesca aconteceu no rio Curuá, em Novo Progresso, sudoeste do Pará. O feito de Eduardo entrou para a lista de recordes nacional e estadual pela BGFA Recordes, órgão de homologação de recordes brasileiro.

No momento, ele está no aguardo da homologação internacional para entrar no recorde mundial. A BGFA Recordes concedeu à Monteiro o recorde brasileiro de pesca por capturar o maior peixe da espécie Hoplias aimara, o “trairão”. Agora, a homologação internacional será avaliada pela IGFA.

"É questão de tempo, pois a demanda deles é muito grande, mas tenho o vídeo da medição e a foto bem batida, então não terá problema algum", diz o pescador.

A pesca esportiva

Segundo Eduardo, o recorde pode ser que atraia outros amantes do esporte para a região, que nem sempre é valorizada. Ele ainda defende que muitos pescadores procuram locais bons para este tipo de pesca, e talvez, a área seja uma possível referência futuramente.

"Hoje a pesca esportiva é um esporte que traz muito recurso para o Brasil, pois somos um dos poucos países do mundo que você realiza a pescaria de água doce e salgada com tanto peixe digno de troféu, e para o nosso estado do Pará, esse recorde tem uma importância gigantesca já que muitos pescadores pelo mundo procuram locais onde possam encontrar peixes grandes e sempre fazem procura no site da IGFA para saber onde moram os recordes mundiais", explica o pescador.


Para conferir mais notícias curiosas, não deixe de seguir o site Aventuras na História no Google News. São publicadas diariamente notícias, reportagens e matérias especiais sobre fatos históricos. Clique aqui para seguir agora mesmo!