Notícias » EUA

Mansão do século 18 é transferida para evitar sua destruição

Feito através da baía de Chesapeake, deslocamento custou cerca de 1 milhão de dólares

Joseane Pereira Publicado em 04/11/2019, às 06h00

Mansão Galloway sendo transferida através da baía
Mansão Galloway sendo transferida através da baía - Easton House Move

Uma mansão histórica conhecida como Galloway foi removida através da Baía de Chesapeake, EUA. O esforço de levar a antiga casa de Maryland para Queenstown foi feito para evitar sua destruição, que daria lugar a novos empreendimentos.

Elaborado pelo atual proprietário, Christian Neeley, o deslocamento da mansão se deu em uma grande estrutura, levada para a cidade de Easton pela Rota 322. Após isso, a casa foi colocada em uma barcaça e levada até seu novo local, na zona rural de Queenstown. Na viagem pela baía, a residência atravessou 80 quilômetros acima da água.

Com custo total de cerca de 1 milhão de dólares, todo o processo de carregamento durou 8 horas, sendo feito pela madrugada para minimizar o impacto do fechamento de rodovias. A empresa Expert House Movers, responsável pelo processo, também tem experiência de mudança de outros edifícios históricos, como dois faróis durante os anos 90.