Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Estados Unidos

Maré bate recorde e destrói casas de pesca centenárias nos Estados Unidos

Segundo o Serviço Meteorológico americano, alta da maré registrada recentemente no Maine, nos Estados Unidos, superou recorde de 1978; confira!

Éric Moreira Publicado em 17/01/2024, às 10h26

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagens de vídeo que registra cabana de pesca centenária sendo devastada por maré nos Estados Unidos - Reprodução/Vídeo/X/@WGME
Imagens de vídeo que registra cabana de pesca centenária sendo devastada por maré nos Estados Unidos - Reprodução/Vídeo/X/@WGME

No último sábado, 13, foi registrada no estado norte-americano do Maine uma alta histórica na maré local, que bateu uma altura de 4,4 metros. Infelizmente, isso culminou na destruição de bens históricos do local, destruindo antigas cabanas de pesca centenárias, feitas de madeira.

Conforme noticiado pelo G1, o Serviço Meteorológico Nacional dos EUA divulgou que a elevação da maré que atingiu a cidade de South Portland atingiu o recorde histórico de 4,4 metros. Antes disso, a maior alta, de 4,3 metros, havia sido registrada em 1978 — as medições tiveram início há mais de um século, em 1912.

Em vídeos que repercutiram nas redes sociais, é possível observar que, com a elevação das marés, cabanas centenárias de madeira, utilizadas por pescadores no passado, pertencentes à cidade de South Portland, foram destruídas. As autoridades ainda lamentam que as construções haviam passado por reformas recentemente, e eram consideradas um importante ponto turístico da região.

As autoridades locais também contam que o mau tempo, além de destruir as cabanas de pesca, inundou outras casas localizadas na orla. Isso sem mencionar que outra tempestade, registrada dias antes, também provocou danos em um farol.

+ Última faroleira dos Estados Unidos, Sally Snowman renuncia função

História que desapareceu

Nas redes sociais, a Sociedade Histórica de South Portland divulgou que, após o recente incidente com a elevação das marés, agora vem arrecadando fundos para a construção de novas cabanas no mesmo local. 

Kathryn DiPhilippo, diretora da instituição, disse ao USA Today que as imagens das cabanas sendo levadas pelas águas são "de partir o coração", e que vê-las era como se visse "a história desaparecer diante de seus olhos"

+ Richard Proenneke, o homem que viveu sozinho no Alasca por 30 anos

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!