Notícias » Hard News

Mergulhadores americanos se deparam com lula raríssima nos EUA

A lula bigfinn pode ter mais de 6 metros de comprimento

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 16/11/2021, às 20h34 - Atualizado às 20h36

Gravação de uma lula bigfin, um dos animais mais longos do oceano
Gravação de uma lula bigfin, um dos animais mais longos do oceano - Divulgação / NOAA Ocean Exploration

Com 20 anos desde a sua categorização oficial, uma lula bigfin, da família Magnapinnidae, foi avistada em uma expedição de mergulhadores profissionais na costa dos Estado Unidos, dentro do Golfo do México.

As imagens inéditas foram gravadas por uma das câmeras de mergulho e mostram o animal de mais de 6 metros.

O anúncio deste raríssimo avistamento foi feito através do Twitter do órgão norte-americano Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA), que foi capturado há nada mais, nada menos que cerca de 2.300 metros de profundidade — um exemplo de que estes animais existem somente nos oceanos profundos.

Com doze destas lulas sendo avistadas ao redor do globo e seu pouquíssimo tempo desde a descoberta, ainda não sabemos muito sobre costumes ou seu metabolismo, além de ter como apêndices externos oito braços e dois tentáculos. 

Anteriormente, o órgão da NOAA encontrou um desses animais em 2012, anunciando que seria uma água viva, até observar melhor e perceber que o animal era uma lula. 

O órgão norte-americano expressou em comunicado na última sexta-feira,12, empolgação em ter entrado em contato com outro ser desta espécie, além da espera de que cada dia saberemos mais sobre o oceano.

“A cada avistamento aprendemos mais sobre esses seres maravilhosos e indescritíveis, mas há muito o que aprender. À medida que o acesso ao oceano profundo aumentar, aprenderemos mais sobre sua biologia, comportamento e muito mais”, afirmaram.