Notícias » Brasil

Ministro Ricardo Salles participa de entrevista online com supremacista branco do Canadá

Stefan Molyneux, famoso por divulgar visões fascistas, entrevistou o Ministro do Meio Ambiente sobre a atual crise na Amazônia

André Nogueira Publicado em 03/09/2019, às 12h00

None
- Reprodução

Em novo vídeo reproduzido no YouTube nessa última segunda-feira (2), o youtuber canadense Stefan Molyneux, autoproclamado filósofo, entrevista o atual Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles (NOVO-SP). No vídeo de pouco mais de 20 minutos, os dois discutem a crise ambiental e diplomática centrada na Amazônia e sua repercussão.

Na América do Norte, Molyneux é famoso por seus ideais e sua defesa, pela internet, da supremacia branca, do livre mercado e do combate ao fantasma do marxismo cultural. Ele é um admirador da Escola Austríaca e dos grupos de apoio à branquitude na África do Sul, além de abertamente apoiar o presidente dos EUA, Donald Trump e o projeto de aliança maior entre o país e o Canadá.

Sobre o tema, o youtuber declarou Salles como o ocupante do cargo mais excitante do planeta neste momento. Também questionou a responsabilidade do Estado Brasileiro em relação às atuais queimadas e o desmatamento.

Molyneux já entrevistou Olavo de Carvalho e participou de eventos do Instituto Mises Brasil / Crédito: Reprodução

 

Como resposta, Salles declarou que apenas 16% da floresta amazônica foi desmatado desde a chegada dos portugueses na América (o que é desmentido pela WWF, declarando que desde 1970, 20% da mata foi derrubada na Amazônia).

Ele afirmou também que a floresta está preservada em 84% do território (80,1% segundo a o INPE e a FAO) e usou o argumento de que a região é ocupada, basicamente, pela população mais pobre e sem apoio do governo. Em nenhum momento, as posições do apresentador foram questionadas e o papo foi bastante cordial.