Notícias » Reino Unido

Morre Charlotte Wahl, mãe do primeiro-ministro britânico Boris Johnson

A pintora ficou conhecida por apoiar o filho durante o Brexit, ao contrário de irmãos

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 14/09/2021, às 10h07 - Atualizado às 10h08

Boris Johnson durante cerimônia em 2020
Boris Johnson durante cerimônia em 2020 - Getty Images

A artista Charlotte Johnson Wahl, mãe do atual primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, faleceu durante a madrugada desta terça-feira, 14, aos 79 anos de idade. A informação, revelada pelo jornal britânico The Times e republicada pelo portal UOL, foi de que ela morreu no Hospital St. Mary, no centro de Londres.

Nascida em 1942, era filha de James Fawcett, que chegou a ser presidente da Comissão Europeia de Direitos Humanos. Casou-se com outro membro da organização, Stanley Johnson, com quem se tornou mãe de quatro filhos.

Ainda teve a família divida durante o processo de saída do Reino Unido da União Europeia, conhecido como Brexit, no qual ela e o filho chefe-de-estado apoiaram, mas viu a filha Rachel, jornalista, sendo a favor da interferência continental.

O relacionamento, que resultou no filho político, ganhou vida na década de 1960, quando Charlotte cursou Literatura na Universidade de Oxford - este interrompido brevemente durante a gestação de Boris. Apesar da formação, a habilidade em pintura a tornou uma respeitada artista na Europa, onde oferecia seus serviços de 1 mil a 5 mil euros por quadro.

Parte deles ganhou valor especial após o destaque nacional dos filhos, tendo duas pinturas compondo a coleção do Museu da Mente de Bethlem e outras duas no acervo da universidade em que se formou.