Notícias » Chile

Morre Lucía Hiriart, viúva do ditador Pinochet

A morte da chilena de 99 anos foi confirmada por familiares

Penélope Coelho Publicado em 17/12/2021, às 09h00

Lúcia Hiriart e Augusto Pinochet
Lúcia Hiriart e Augusto Pinochet - Divulgação/Wikimedia Commons/Biblioteca del Congreso Nacional

Na última quinta-feira, 16, morreu aos 99 anos de idade, Lucía Hiriart, a viúva do ditador chileno Augusto Pinochet. A informação foi divulgada pela família da mulher nas redes sociais.

“Aos 99 anos e rodeada de parentes e entes queridos, minha querida avó faleceu. Ela deixa uma marca imensa em nossos corações [...] Ela deu sua vida ao serviço dos chilenos e a história saberá valorizar seu grande trabalho e seu trabalho pelo nosso amado país. Descanse em paz”, escreveu sua neta, Karina Pinochet, no Twitter.

Lucía se casou com o ditador em 1943 e teve cinco filhos com ele. A mulher ficou conhecida por ser influente nas decisões de Pinochet, durante o regime militar no Chile, entre 1973 a 1990. As informações são da Reuters.

Nesse período de 17 anos, mais de 3 mil pessoas morreram ou desapareceram em território chileno. Além disso, dezenas de milhares foram vítimas de tortura.

Segundo revelado na reportagem, a morte de Hiriart aconteceu três dias antes de uma polarizada eleição para presidência no Chile, sabe-se que um dos candidatos é defensor do legado do regime militar.