Notícias » Brasil

Na mira da Interpol, narcotraficante internacional é detido em Copacabana

O italiano transportaria entorpecentes para a Europa através dos aeroportos brasileiros

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 19/10/2021, às 15h59

Fotografia de Luiggi Ferrara
Fotografia de Luiggi Ferrara - Divulgação / Polícia Civil do Rio de Janeiro

Na cidade de Copacabana, uma operação policial que contou com uma colaboração das autoridades francesas foi capaz de prender um membro da máfia italiana na última noite de segunda-feira, 18. 

Luiggi Ferrara, de 52 anos, é acusado de liderar um esquema internacional de tráfico de entorpecentes, e era procurado pela Interpol. Outros dois criminosos detidos na mesma ocasião foram os irmãos do homem, Claudio e Diego, que também são suspeitos de atuar na quadrilha. 

Conforme repercutido pelo UOL, o grupo de narcotraficantes importavam drogas de diferentes países da América do Sul, e as enviavam para a França. Posteriormente, as substâncias eram distribuídas para o restante da Europa. 

Em 2008, o Ministério Público Federal havia denunciado este trio por traficar cocaína comprada na Colômbia através dos aeroportos do Rio de Janeiro e de São Paulo. Eles também já haviam sido presos em território carioca uma década atrás, em 2011, segundo informações divulgadas pelo g1.