Notícias » Estados Unidos

Nos Estados Unidos, serial Killer é encontrado morto em cela

Após matar dez mulheres entre 1985 e 2007, Lonnie David Franklin Jr foi sentenciado à morte em 2016

Caio Tortamano Publicado em 31/03/2020, às 08h00

Lonnie Franklin Jr. ficou conhecido como Grim Sleeper, por conta de seus períodos de inatividade
Lonnie Franklin Jr. ficou conhecido como Grim Sleeper, por conta de seus períodos de inatividade - Divulgação

Grim Sleeper (Dorminhoco, em tradução livre) foi a maneira como Lonnie David Franklin Jr. ficou conhecido depois de passar um período longe de suas ações criminosas e assassinas no estado da Califórnia.

O serial killer foi encontrado morto em sua cela, aos 67 anos. As autoridades acreditam que o assassino tenha morrido de causas naturais, já que nenhum trauma físico foi identificado através da autópsia. Franklin matou dez mulheres entre 1985 e 2007 até ser identificado, em 2010.

A polícia fez uma operação cuidadosa para recolher amostras de DNA do assassino utilizando as sobras de um pedaço de pizza que comeu, comparando com os rastros que o serial killer teria deixado nas cenas do crime. A partir dessas ligações, Franklin foi preso.

Sentenciado à morte em 2016, o número de vítimas pode ter sido maior, se levado em consideração que o homem guardava fotos e vídeos de 180 mulheres diferentes em sua residência em Los Angeles. Os políciais ainda não conseguiram identificar 30 das vítimas presentes nas imagens.