Notícias » Estados Unidos

Papa Francisco concorda com renúncia de bispo americano acusado de acobertar crime

Caso ocorreu na década passada, mas só agora o processo de renúncia foi finalmente finalizado pelo Santo Padre

Caio Tortamano Publicado em 15/04/2020, às 15h59

Bispo Arthur Serratelli
Bispo Arthur Serratelli - Divulgação

Arthur J. Serratelli, de 76 anos, é o mais novo bispo da Igreja Católica a renunciar o cargo. A decisão foi aceita pelo Papa Francisco, depois que Serratelli, da Diocese de Peterson, nos Estados Unidos, se envolveu em um escândalo de acobertamento de crime.

O americano esteve no meio de uma polêmica na década passada, quando, depois de receber uma acusação de assédio sexual por um padre local, decidiu por simplesmente transferir o religiosos afirmando que o mesmo tinha “bom caráter moral”. Além disso, um acordo financeiro foi fechado com a vítima do assédio.

Entre 2018 e 2019, uma nova acusação de negligência foi feita por um site que o criticou publicamente por não ter punido outro padre de sua diocese que apresentou um “inadequado comportamento sexual”.

O reverendo Kevin Sweeney, de 51 anos, foi indicado para ser o sucessor do cargo de bispo. No entanto, devido o atual cenário de pandemia, a posse de Sweeney ainda não teve uma data definida, até lá, Serratelli vai funcionar como administrador apostólico da diocese.