Notícias » Reino Unido

Parlamentar do Reino Unido diz que pai de Boris Johnson a tocou de forma inadequada em 2003

Caroline Nokes, ex-ministra de governo, fala sobre encontro desagradável com Stanley Johnson

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 16/11/2021, às 15h39

Caroline Nokes, representante das regiões de Romsey e Southampton North desde 2010
Caroline Nokes, representante das regiões de Romsey e Southampton North desde 2010 - Getty Images

Caroline Nokes, uma parlamentar do Reino Unido, acusou o pai do atual primeiro-ministro Boris Johnson, Stanley Johnson, de tê-la tocado de forma inadequada durante uma conferência do Partido Conservador em 2003, quando ainda eram candidatos ao Parlamento.

A acusação se deu enquanto Nokes participava de um programa de debate na Sky News, uma emissora britânica, segundo o portal de notícias UOL. Caroline, que é membro do Comitê Seleto das Mulheres e das Igualdades do Parlamento, explicou que Stanley Johnson fez comentários obscenos e deu um tapa em sua nádega.

"Consigo lembrar de um homem muito proeminente, na época o candidato conservadora para Teignbridge, em Devon, me dando um tapa nas nádegas quase tão forte quanto podia e dizendo 'ah, Romsey, você tem um assento adorável'", disse a parlamentar, que representa as regiões de Romsey e Southampton North desde 2010.

Quando pediram para que Caroline revelasse quem era o homem, a funcionária pública revelou que se tratava de Stanley, que apesar de nunca ter conseguido se eleger para o Parlamento britânico, já foi membro do Parlamento europeu.

Stanley Johnson, que foi procurado pelo canal Sky para comentar a afirmação de Caroline, não tentou explicar a situação, por afirmar não lembrar dela.

"Não tenho absolutamente nenhuma lembrança de Caroline Nokes, mas aí está. E sem comentários”, disse.