Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brasil

Homem perde prêmio de R$ 1 milhão após errar pergunta sobre futebol

Participante da competição "Quem Quer Ser Um Milionário" perdeu o prêmio milionário após errar uma pergunta sobre a origem do futebol

Redação Publicado em 04/12/2023, às 16h33 - Atualizado às 17h02

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Luiz Pratines em sua passagem pelo programa Domingão com Huck - Reprodução/Vídeo/YouTube/Rafael Medeiros
Luiz Pratines em sua passagem pelo programa Domingão com Huck - Reprodução/Vídeo/YouTube/Rafael Medeiros

No último domingo, 3, Luiz Pratines, de 51 anos, participou quadro “Quem Quer Ser Um Milionário” da Rede Globo. Em sua passagem pelo programa Domingão com Huck, o recifense chegou perto de levar o prêmio de R$ 1 milhão, se não fosse pela resposta equivocada na última pergunta da noite. 

A questão abordava o Harpastum e o Tsu Chu, duas práticas esportivas da Roma e da China antigas, respectivamente, que influenciaram o futebol praticado atualmente no Brasil e no mundo, conforme repercutido pelo portal de notícias do G1. 

É importante ressaltar que o futebol moderno foi criado na Inglaterra. Contudo, ele é um resultado direto de outros jogos antigos, como os mencionados acima. Por não conhecer a origem histórica da modalidade, Luiz voltou para casa com apenas R$ 300 mil.

Entusiasta da aviação, Luiz possui experiência na Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) e um mestrado do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Atualmente ele reside na França, após uma passagem de 16 anos por Dubai.

Tsu Chu 

O jogo chinês de mais de 2.000 anos surgiu na corte imperial da época, com suas partidas organizadas pelos soldados do império como uma forma de lazer. Existem poucos documentos que esclarecem as regras do jogo, o mais conhecido é um poema, onde o autor descreve os gols como “objetivos” a serem acertados. 

Uma das maiores contribuições do Tsu Chu para o futebol contemporâneo foi a bola. Naquela época, o império chinês investiu em uma oficina que criou uma bola com o peso e as dimensões similares às que conhecemos hoje, algo revolucionário para o jogo. 

Harpastum

O jogo romano conhecido como Harpastum teve suas raízes no contexto militar e envolvia confronto físico, similar ao rugby. Apesar das semelhanças, como o uso de uma bola e a divisão em equipes opostas no campo, o objetivo do Harpastum não era marcar gols.

Durante uma partida, os participantes precisavam lançar e recuperar uma bola, tentando tirá-la das mãos dos oponentes, utilizando técnicas de luta livre para atacar e enganar seus adversários.

Os jogadores se posicionavam em lados opostos do campo, lutando para evitar que o jogador no centro, pertencente a uma das equipes, recebesse a posse da bola. Naquela época, a bola usada era feita de penas.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!