Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Política

Partido Novo decide expulsar e suspender vereadoras que brigaram na Câmara Municipal de SP

Janaína Lima não faz mais parte do partido; Cris Monteiro, acusada de bater a cabeça da colega contra a parede, foi afastada

Wallacy Ferrari Publicado em 14/02/2022, às 11h46

Vereadoras discutem em plenário - Divulgação / Redes socias
Vereadoras discutem em plenário - Divulgação / Redes socias

A Comissão de Ética do Novo decidiu punir as vereadoras Janaína Lima e Cris Monteiro após protagonizarem uma briga na Câmara Municipal de São Paulo em 10 de novembro de 2021, quando ocorria a votação da Reforma da Previdência Municipal. Na ocasião, as parlamentares abandonaram o local em visível irritação, chegando a apontar dedos para os rostos até deixar o platô.

De acordo com a revista Istoé Dinheiro na época, Janaína acusou Cris de bater sua cabeça contra uma parede no banheiro feminino da Câmara por duas vezes, descrevendo em depoimento à polícia que a agressão travou sua mandíbula e chegou a causar formigamentos pelo corpo.

A decisão do partido favoreceu a suposta agressora, a suspendendo por um ano, ao contrário de Cris Monteiro, que foi expulsa, mas pode recorrer no Diretório Nacional do partido contra a decisão nos dez dias seguintes a oficialização da decisão, proferida no último domingo, 14, como informou o portal G1.

Apesar dos problemas públicos, a Corregedoria da Câmara de São Paulo afastou os pedidos de cassação das vereadoras, mas não poderão ocupar os cargos de presidência ou vice-presidência de qualquer comissão da Câmara.