Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Passageiro que fez falsa ameaça de bomba pode ser multado em US$ 120 mil

Na ocasião, a falsa ameaça de bomba do jovem de 18 anos mobilizou dois caças da Força Aérea da Espanha para interceptar o suposto atentado

Redação Publicado em 24/01/2024, às 18h17

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Uma das aeronaves da companhia aérea EasyJet - Reprodução/Flickr/Eric Salard
Uma das aeronaves da companhia aérea EasyJet - Reprodução/Flickr/Eric Salard

Em 2022, o britânico Aditya Verma estava a bordo do voo da companhia aérea EasyJet, com destinho a Ilha de Menorca, quando postou um Snapchat dizendo que iria “explodir o avião” e que fazia grupo terrorista Talibã. Nesta semana, ele compareceu a uma audiência no Tribunal de Justiça da Espanha para responder pelo crime cometido. 

Na ocasião, o serviço de segurança do Reino Unido identificou o texto do passageiro e acionou a Força Aérea espanhola, que colocou em prática um protocolo de segurança para impedir o suposto ataque terrorista. Dois anos depois do incidente, Aditya pode pagar até US$ 120 mil (cerca de R$ 600 mil) em multas.

Conforme repercutido pela Época Negócios, via BBC News, a Força Aérea chegou a enviar dois caças F-18 para seguir o avião até sua aterrissagem, gerando uma confusão no sistema de segurança aéreo da Europa.

Declarações

Durante a audiência pública dessa segunda-feira, 22, o acusado disse que “a intenção nunca foi causar angústia pública ou danos”. Quando questionado a respeito da motivação da mensagem, ele explicou que sofreu bullying na escola em razão de sua aparência física, e por isso, publicou o texto “só para fazer as pessoas rirem”.

Sua punição inicial foi a prisão, mas Verma foi liberado após dois dias mediante o pagamento de uma fiança. Ele não está sendo formalmente acusado de terrorismo, o que sugere que a punição será em forma de multa. A decisão judicial oficial será divulgada nos próximos dias.

O advogado de defesa do jovem também argumentou que, como ele não fez a postagem em um local público, o texto é equivalente a uma piada entre amigos.

O garoto tinha 18 anos e estava começando um feriado, que foi a recompensa pela excelência na escola. Quando desembarcou em Menorca, percebeu que estavam em um pesadelo”, acrescentou o defensor.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!