Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Chacina

Policial militar mata 8 pessoas em chacina no Paraná

Chacina aconteceu na sexta-feira, 15, e ao menos 6 eram familiares do policial — que se matou

Isabelly de Lima, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 16/07/2022, às 08h41

Policial junto da esposa e de dois filhos - Divulgação / Redes Sociais
Policial junto da esposa e de dois filhos - Divulgação / Redes Sociais

Na madrugada da última sexta-feira, 15, um policial militar matou 8 pessoas no oeste do Paraná, nas cidades de Toledo e Céu Azul. Entre as vítimas estavam 6 familiares do policial: a esposa, dois filhos, uma enteada, um irmão e a mãe.

Fabiano Junior Garcia, de 37 anos, matou a esposa e um filho na cidade de Toledo, logo depois, foi para uma propriedade em área rural, em Céu Azul, e lá matou a tiros seus dois filhos que moravam com a avó materna, segundo a Polícia Militar.

Após isso, o homem teria voltado para a cidade de Toledo e tirou a vida da mãe, de 78 anos, e de um irmão, de 50. Mais duas pessoas foram mortas, dois jovens de 17 e 19 anos que estavam caminhando na rua. Depois da chacina, o homem tirou a própria vida.

Nota da PM

Hudson Leôncio Teixeira, comandante-geral da PM do Paraná, comentou sobre um possível motivo para os assassinatos: "Ele mandou áudios para familiares e amigos, explicando a situação, o que deu a entender, como fator de motivação para toda essa tragédia, foi a separação dele, que ele não estava aceitando".

Em nota oficial, a PM diz que o policial “não tinha histórico que pudesse indicar problemas psicológicos”. Fabiano era policial militar há 12 anos e seu último plantão foi na última quinta-feira, 14, até às 19 horas, segundo a Band.