Notícias » Europa

Pombo-correio é arrematado em leilão virtual por valor recorde: 1,6 milhão de euros

O recorde anterior era do pombo Armando, comprado por 1,25 milhão — e os dois foram adquiridos pelo mesmo comprador misterioso chinês

Wallacy Ferrari Publicado em 16/11/2020, às 11h29

Membros da PIPA posam com pomba New Kim
Membros da PIPA posam com pomba New Kim - PIPA

Se engana quem vê pombo na rua e acredita que ele não vale nada. Um pombo-correio de uma fazenda no interior da Bélgica se tornou a peça principal de um leilão virtual organizada pela Pigeon Paradise (PIPA).

Com dois anos de idade e belíssimas asas acinzentadas, a fêmea New Kim não chamou atenção apenas por sua beleza e talento como mensageira, mas também pelo seu impressionante valor de venda.

A ave foi vendida para um comprador chinês não identificado no último domingo, 15, pelo valor recorde de 1,6 milhão de euros (aproximadamente 10,4 milhões de reais), se tornando a ave mais cara de sua espécie na história, ultrapassando o pombo mais veloz do mundo, Armando, que foi vendido em 2019 por 1,25 milhões de euros — curiosamente, para o mesmo comprador chinês.

De acordo com o UOL, o fundador e CEO da PIPA, Nikolaas Gyselbrecht foi entrevistado pelo AFP e explicou a importância da aquisição: "Considere um recorde mundial, nunca houve venda a tal preço, comprovada por um documento oficial [...] Não pensei que poderíamos chegar a essa quantia. Certamente [o comprador] vai querer acasalá-la com machos".

Animais de combate

Vale lembrar que os animais tiveram grande importância durante guerras. Documentos desclassificados pela CIA recentemente revelam novos episódios bizarros da Guerra Fria. Durante o conflito que deixou o mundo em alerta, a agência de inteligência dos Estados Unidos treinou pombos para espiar a antiga União Soviética. 

Na época, a CIA acreditava que os bichos conseguiriam cumprir tarefas excepcionais durante missões clandestinas. Na Operação Tacana, por exemplo, pombos foram treinados com o auxílio de pequenas câmeras para tirar fotos de locais estratégicos dentro da União Soviética.