Galeria » Guerras

Mundo subterrâneo: Conheça o bunker da Guerra Fria

Complexo secreto de quatro andares subterrâneo, operado a partir dos anos 60 no Canadá, foi criado para proteger o país de um ataque nuclear que nunca ocorreu. Confira as imagens!

Eduardo Vessoni Publicado em 26/08/2019, às 15h00

None
- Crédito: Reprodução

Sob a encosta de uma colina, os moradores de Carp, no Canadá, viam crescer um buraco com quatro andadores de profundidade. O que não sabiam é que o galpão de zinco escondia um sistema militar construído pelo governo canadense para o caso de ataque inimigo durante a Guerra Fria

As Forças Armadas canadenses tinham armas nucleares em seu poder, entre o início dos anos 60 e 1984. Embora o país nunca tenha produzido tais artefatos, contribuiu com matéria-prima e pesquisas científicas para o desenvolvimento de bomba atômica, além de fornecer plutônio para projetos de armamento britânico e norte-americano. 

Confira as imagens do insólito local. 

O Diefbunker, em Ottawa, tem 17 m de altura e paredes de 76 cm de espessura. O acesso é por um corredor de 115 m, preparado para dispersar ondas nucleares / Crédito: Reprodução

 

A Emgovsitcen (de Emergency Government Situatuion Centre) era o local que deveria divulgar um panorama da situação ao país após o ataque nuclear inimigo. Dividido em duas áreas, o local deveria gerar informações para as decisões do Gabinete da Guerra / Crédito: Reprodução

 

Considerado um bote salva-vidas que funcionaria de forma independente em um mar de radiação nuclear, o mundo subterrâneo do bunker contava com serviços que dispensavam ajuda externa / Crédito: Reprodução

 

Um dos setores mais importantes era o Centro de Controle de Mensagem, sala onde se produzia toda a comunicação com o mundo exterior / Crédito: Reprodução

 

Construído com 60 mil toneladas de concreto e capaz de suportar a detonação de uma bomba de 5 megatons, o bunker era um local seguro de elaboração e coordenação de estratégias bélicas / Crédito: Reprodução

 

Portas de até duas toneladas de 35 cm de espessura isolavam e protegiam o bunker. Esse Patrimônio Histórico do Canadá é considerado pelo Historic Sites and Monuments Board como o endereço canadense mais importante do período da Guerra Fria / Crédito: Reprodução