Notícias » Família Real Britânica

Príncipe William afirma que crescimento populacional no continente africano coloca vida selvagem em risco

A polêmica fala do neto de Elizabeth II rendeu críticas: ‘Mentalidade neocolonial’

Penélope Coelho Publicado em 25/11/2021, às 11h19 - Atualizado em 26/11/2021, às 00h33

Príncipe William no evento Tusk Conservation Awards
Príncipe William no evento Tusk Conservation Awards - Getty Images

Recentemente, o príncipe William— segundo na linha de sucessão ao trono britânico — teve o nome envolvido em uma polêmica, após sai participação no prêmio Tusk Conservation Awards, evento realizado em Londres, que homenageia líderes africanos.

Na ocasião, o duque de Cambridge foi criticado nas redes sociais, após afirmar que o crescimento populacional na África estaria colocando em risco a vida selvagem no continente. As informações foram publicadas nesta quinta-feira, 25, pelo jornal Folha de S. Paulo.

"A crescente pressão sobre a vida selvagem na África como resultado da população humana é um enorme desafio para os que defendem o meio ambiente", afirmou.

O posicionamento de William não foi bem visto, muitos mencionam o fato do príncipe ter ignorado que grande parte das mudanças climáticas acontecem nas mãos de nações mais desenvolvidas, como consequência do desmatamento.

Além disso, a jornalista britânica Nadine Batchelor-Hunt afirmou que a fala de William foi ‘colonialista’, lembrando o fato de que a Grã-Bretanha teve colônias ao redor da África.

"O príncipe William precisa cuidar de seus próprios negócios e levar sua mentalidade neocolonial para outro lugar", escreveu Nadine.

De acordo com a reportagem, essa não é a primeira vez que o duque de Cambrigde se envolve em uma polêmica desse tipo. Em 2017, ele afirmou que a rápida expansão da população mundial estaria arruinando o meio ambiente.

Na época, sua esposa Kate Middleton estava grávida, o que intensificou ainda mais as críticas.