Notícias » País de Gales

Propriedade de 400 anos e objetos medievais são ameaçados por demolição no País de Gales

Uma casa de fazenda e relíquias do século 14 podem ser perdidas em um novo projeto do governo

Alana Sousa Publicado em 05/11/2020, às 12h30 - Atualizado às 20h50

A casa de fazenda
A casa de fazenda - Divulgação/Alex Seabrook

No País de Gales, uma casa de fazenda e um celeiro centenário estão ameaçados de demolição. As autoridades da cidade de Penarth, localizada no Vale de Glamorgan, querem construir casas e apartamentos na região que abriga uma propriedade de 400 anos. A informação foi divulgada pelo portal BBC, hoje, 5.

Os arqueólogos Jonathan e Mark Lambert chamaram a atenção para o caso, que eles consideram absurdo. “A casa da fazenda é uma das construções mais antigas de Penarth”, explicam.

A casa é datada de 400 anos, enquanto o celeiro tem cerca de 200. Em uma escavação rasa pelo solo, os pesquisadores afirmaram que encontraram “muitos artefatos”, como potes de cerâmica, moedas medievais e materiais de construção, todos referentes ao século 14.

Por outro lado, Rebecca Evans, a Ministra das Finanças, alega que o local pode ser usado em benefício de pessoas que necessitam de residência. “O terreno em Cosmeston fornecerá uma contribuição significativa para a necessidade de moradia identificada do Vale de Glamorgan”, disse ela em entrevista.

Os especialistas não só demandam o cancelamento da demolição, como desejam que a propriedade de Cosmeston seja protegida, assim como suas relíquias históricas.