Notícias » Estados Unidos

Recuperada de um câncer, jovem critica edição em anuário escolar: 'Não quero esconder. Salvou minha vida'

Allison Hale ficou surpresa ao perceber que a cicatriz deixada pelo tratamento da doença havia sido apagada de sua foto

Pamela Malva Publicado em 06/11/2021, às 13h00

Fotografia da jovem Allison Hale
Fotografia da jovem Allison Hale - Divulgação/ Allison Hale

Allison Hale, do estado norte-americano de Indiana, já travou uma intensa batalha ao superar um linfoma de Hodgkin aos precoces 16 anos. Agora, a jovem veio a público criticar uma edição feita pelo anuário de sua escola, cujo objetivo era esconder a cicatriz adquirida pela adolescente durante o tratamento do câncer, segundo o Globo.

Em entrevista à revista People, a jovem narrou que ficou surpresa ao receber a foto. “Senti como se meu coração afundasse direto para o estômago porque minha cicatriz é muito importante para mim e foi completamente apagada”, lamentou Allison.

Eu realmente me senti incrivelmente desrespeitada”, explicou. “Eu não estava constrangida de ter a cicatriz por ter sido o acesso para me curar. Não é algo que eu quero esconder. Salvou minha vida.”

Allison ainda revelou que posou para a foto justamente para mostrar a cicatriz. Por trás de sua atitude, a jovem tinha o objetivo de incentivar outros estudantes e adolescentes a se aceitarem como são, superando quaisquer obstáculos, por piores que sejam.

Fotografias de Allison Hale. À esquerda, a imagem do anuário / Crédito: Allison Hale/ Terri Adams, Fotografias Diamond

 

Diagnosticada com o linfoma em dezembro de 2020, Allison teve de abandonar sua vida ativa — além das aulas, ela ainda treinava dança e música — para dedicar-se ao tratamento. Em julho deste ano, depois de responder bem aos medicamentos, recebeu a notícia de que estava curada da doença. As fotos foram tiradas no mês seguinte.

“O dia das fotos era extremamente importante já que fazia pouco tempo que eu só conseguia pensar ‘ok, talvez você não esteja aqui para celebrar seu aniversário no próximo ano, ou nunca mais terá outro dia de fotos’”, explicou a jovem. “Eu estava animada por poder fazer aquilo e mostrar a pessoa forte que me tornei.”

Logo depois das reclamações feitas pela jovem, a equipe de fotografia responsável pela publicação se desculpou pelo ocorrido. Em pouco tempo, a imagem de Allison foi corrigida e a adolescente finalmente recebeu seu anuário da forma que desejava.