Notícias » Nigéria

‘Recuperamos a maioria dos garotos. Não todos eles’, diz governador sobre sequestro na Nigéria

De acordo com as Forças de segurança do país, mais de 300 alunos foram resgatados, após terem sido sequestrados pelo grupo Boko Haram

Penélope Coelho Publicado em 18/12/2020, às 09h02

Imagem de sala de aula vazia, após sequestro na Nigéria
Imagem de sala de aula vazia, após sequestro na Nigéria - Divulgação/Youtube

De acordo com informações da agência de notícias Reuters, divulgadas pelo UOL, na última quinta-feira, 17, as Forças de segurança nigeriana anunciaram que conseguiram recuperar 344 estudantes que haviam sido sequestrados por homens armados, enquanto estavam em uma escola localizada em Kankara, na Ningéria.

O sequestro aconteceu na última sexta-feira, 11, e no início dessa semana, o grupo jihadista Boko Haram anunciou a responsabilidade do crime através de uma mensagem de voz feita pelo líder do grupo.

De acordo com o governador do Estado de Katsina, Aminu Bello Masari, mais de 300 garotos foram mantidos em uma floresta localizada no estado vizinho, em Zamfara. Segundo revelado por Aminu em entrevista para a emissora estatal NTA, a maioria dos estudantes foi liberada do cativeiro.

"Recuperamos a maioria dos garotos. Não todos eles", informou o governador. Atualmente, sabe-se que os jovens que haviam sido sequestrados foram encaminhados primeiramente para consultas médicas, antes de serem enviados para suas famílias novamente.

O crime abalou a população nigeriana, que teme uma nova onda de sequestros organizados pelo Boko Haram, como o que aconteceu em 2014 quando cerca de 270 garotas foram raptadas em Chibok, Nigéria.