Notícias » Ciência

Robôs 'vivos' são capazes de se reproduzir, constatam cientistas

A descoberta sobre os xenobots surpreendeu pesquisadores

Redação Publicado em 01/12/2021, às 11h57

Os xenobots em forma de c coletam e comprimem células tronco
Os xenobots em forma de c coletam e comprimem células tronco - Divulgação / Douglas Blackinston e Sam Kriegman

Cientistas norte-americanos responsáveis pela criação dos primeiros robôs ‘vivos’, os xenobots, anunciaram recentemente uma grande descoberta: eles são capazes de se reproduzir de uma maneira singular.

Segundo os pesquisadores da Universidade de Vermont, da Universidade Tufts e do Instituto Wyss para Engenharia Biologicamente Inspirada da Universidade de Harvard, que desenvolveram o projeto, os robôs são formados a partir das células-tronco de uma espécie de rã africana (Xenopus laevis).

Conforme informações da CNN, a pesquisa com xenobots, que possuem menos de um milímetro, revelou uma forma nova de reprodução biológica.

“Fiquei surpreso com isso”, declarou o professor Michael Levin, quem dirige o Centro de Descobertas Allen, da Tufts University e é coautor da pesquisa.

“Os sapos normalmente se reproduzem de uma certa maneira, mas quando você libera [as células] do resto do embrião e dá a elas a chance de descobrir como é estar em um novo ambiente, elas não apenas descobrem uma nova maneira de se mover, mas também descobrem, aparentemente, uma nova maneira de se reproduzir”, declarou.

“A maioria das pessoas pensa nos robôs como feitos de metais e cerâmica, mas não é sobre do que um robô é feito, mas o que ele faz, que age por conta própria em nome das pessoas”, disse o principal autor do estudo, Josh Bongard, especialista em robótica da Universidade de Vermont. “Dessa forma, é um robô, mas também é claramente um organismo feito de células de sapo não modificadas geneticamente.”

Confira o estudo completo por meio deste link.