Notícias » Brasil

Segundo boletim médico, quadro de Paulo Gustavo apresenta piora e é de ‘extrema gravidade’

O artista está internado desde 13 de março, por complicações causadas pela Covid-19

Penélope Coelho Publicado em 04/05/2021, às 07h10

Fotografia de Paulo Gustavo
Fotografia de Paulo Gustavo - Getty Images

De acordo com informações publicadas na última segunda-feira, 3, pelo portal de notícias G1, o boletim médico do ator Paulo Gustavo foi atualizado. Segundo divulgado na publicação, o quadro do artista piorou e é considerado de ‘extrema gravidade’. De acordo com os médicos, Paulo sofreu uma embolia.

O ator está internado desde 13 de março, por complicações causadas pelo novo coronavírus. No dia 22 de março, ele precisou ser intubado; em 2 de abril os médicos optaram por um tratamento com ECMO - Oxigenação por Membrana Extracorpórea.

Nas últimas semanas, Gustavo vinha apresentando melhoras e chegou a ter redução de sedativos e bloqueadores, conseguindo interagir com a equipe médica e com seu marido, Thales Bretas. Entretanto, de acordo com o novo boletim médico, a situação piorou no último domingo, 2.

“Depois de alguma melhora, Paulo Gustavo subitamente piorou no dia de ontem [...] À noite, subitamente, houve piora acentuada do nível de consciência e dos sinais vitais, quando novos exames demonstraram ter havido embolia gasosa disseminada, incluindo o sistema nervoso central, em decorrência de uma fístula bronquíolo-venosa. Infelizmente, a situação clínica atual é instável e de extrema gravidade”, revelou o documento.


Sobre a Covid-19

De acordo com as últimas informações divulgadas pelos órgãos de saúde, atualmente, o Brasil registra 14,8 milhões de pessoas infectadas, e as mortes em decorrência da doença já chegam em 409 mil no país.  

Em 1º de dezembro de 2019, o primeiro paciente apresentava sintomas do novo coronavírus em Wuhan, epicentro da doença na China, apontou um estudo publicado na revista científica The Lancet em fevereiro deste ano.