Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Tigela

Tigela de 800 anos com desenho de dragão é encontrada em castelo turco

A tigela, que tem 800 anos, foi descoberta dentro de um cano d'água, durante escavações em um castelo do período Artuqid

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 18/12/2023, às 11h45

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
A tigela encontrada - Divulgação/Zekai Erdal
A tigela encontrada - Divulgação/Zekai Erdal

Durante escavações em um castelo do período Artuqid, na antiga localidade de Hasankeyf, Turquia, arqueólogos desenterraram uma tigela de cura com aproximadamente 800 anos projetada para proteger contra mordidas de animais. A descoberta ocorreu dentro de um cano de água de terracota no assentamento, que remonta a cerca de 12.000 anos.

O professor de arqueologia Zekai Erdal, líder das escavações pela Universidade Mardin Artuklu, explicou que a tigela remonta ao século 12 ou 13, durante o domínio da dinastia Artuqid na região.

O castelo em questão, construído pela mesma dinastia, desempenhou um papel crucial durante os três séculos em que os Artuqids governaram Hasankeyf, frequentemente em conflito com cruzadas e o Império Bizantino, conforme registrado pelo Museu Metropolitano de Arte de Nova York.

Decoração

Segundo informações do portal Live Science, a tigela de cura descoberta é decorada com imagens de um cachorro, escorpião, cobra e um dragão de duas cabeças, apresentando elementos relacionados à magia, incluindo versículos do Alcorão.

Erdal destaca que, de acordo com a iconografia presente, acredita-se que beber água da tigela confira proteção contra mordidas de animais, ou que a pessoa que a utilizar após ser mordida poderá ser curada. Esse conceito de tigela de cura é observado em diversas culturas, e Erdal identificou 22 exemplares semelhantes, a maioria encontrando-se em museus ou coleções privadas.

Ele também ressalta a utilização de tigelas de cura na Idade Média no Oriente Médio e menciona os tibetanos, que continuam a empregar versões dessas tigelas nos tempos modernos.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!