Matérias » Música

A turbulenta juventude de Jay-Z antes de ocupar o trono do Rap: 'Vivíamos numa situação difícil'

Antes de se tornar uma das figuras mais influentes — e ricas — do mundo, o rapper ingressou no tráfico de drogas para ajudar a família

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 01/08/2021, às 08h00

O rapper Jay-Z no Roc Nation THE BRUNCH em 2020
O rapper Jay-Z no Roc Nation THE BRUNCH em 2020 - Getty Images

Das esquinas ao trono do Rap: embora Jay-Z seja conhecido pelo seu império, que conta com 23 estatuetas do Grammy, uma fortuna estimada em 1,4 bilhão de dólares e até o aplicativo Tidal, a trajetória do homem que hoje é considerado um dos maiores rappers de todos os tempos foi conflituosa.

Isso porque, durante a juventude, Shawn Carter viveu anos no mundo do tráfico de drogas. Para ajudar a situação da família, que passava por dificuldades financeiras, o jovem começou a vender crack nas ruas de Bedford-Stuyvesant, no Brooklyn nova-iorquino, onde nasceu e cresceu.

A história do rapper não é desconhecida e é frequentemente abordada nas músicas compostas por ele, que misturam realidade e desejos com passado. Ainda assim, Jay-Z revelou mais detalhes sobre a juventude difícil em uma entrevista dada em 2013 à revista americana Vanity Fair.

Beyoncé, Jay-Z e a filha Blue no Grammy de 2018 / Crédito: Getty Images

 

“Nós vivíamos numa situação difícil, mas minha mãe dava um jeito, ela fazia malabarismos. Às vezes, nós pagávamos a conta de luz, outras a de telefone, às vezes ficávamos sem gás”, explicou Carter.

A solução — que poderia ter sido considerada temporária em algum momento  — encontrada pelo jovem foi seguir o caminho de muitos outros na mesma situação. Ele passou a vender drogas, principalmente crack, que ficou popular nos Estados Unidos na época, mas afirma que nunca chegou a usar. 

“O crack estava em todo lugar — era inescapável”, contou o rapper. “Não havia nenhum lugar onde você poderia ir para se isolar ou para dar um tempo. O cheiro da droga estava nos corredores dos lugares. Não consigo explicar, mas ainda lembro desse cheiro quando penso no assunto.”

Questionado se sentia culpa ao vender a droga, Jay-Z respondeu que “no começo, não”. “No início, eu pensava apenas em sobreviver, em melhorar minha situação financeira, em comprar roupas”, disse. No entanto, ele confessa que isso foi até “perceber as consequências disso [do crack] nas pessoas”. 

O rapper também ressaltou que a família não estava em uma situação extrema, como a de não ter o que comer, mas que não tinham uma vida nem próxima do que poderia ser considerado minimamente confortável. 

Jay-Z no Pre-GRAMMY Gala de 2020 / Crédito: Getty Images

 

“Nós não estávamos passando fome, mas não queríamos ficar envergonhados quando íamos à escola, não queríamos usar tênis sujos ou as mesmas roupas várias vezes”, contou o artista. Outro detalhe revelado por ele é que a sua mãe sabia do envolvimento com o tráfico de drogas, mas não chegou a questioná-lo. 

Foi a partir da década de 1980 que Carter começou a deixar o tráfico de lado, carregando consigo as letras que compunha mentalmente para os palcos. Com o tempo, pôde expor seu talento aos Estados Unidos e, depois, ao mundo, tornando-se um dos maiores rappers da história. 

Explorando seus interesses além do mundo da música, o artista conseguiu se tornar o primeiro bilionário da história do hip-hop. Para a Forbes, ele é um dos homens mais ricos do mundo, que comanda empresas de conhaque, champanhe, agências de talentos, o aplicativo Tidal e investimentos na Uber.


+Saiba mais sobre música por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

O livro da música clássica, de Vários Autores (2019) - https://amzn.to/2UXEqQy

Como Ouvir e Entender Música, de Aaron Copland (2017) - https://amzn.to/3c8V7ht

Falando de música, de Leandro Oliveira (2020) - https://amzn.to/2xkz6O5

Uma história da música popular brasileira: das Origens à Modernidade, de Jairo Severiano (2013) - https://amzn.to/34wM1sj

Uma breve história da música, de Roy Bennett (1986) - https://amzn.to/3a35ylg

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W