Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Amante, Stalker e Mortal

Amante, Stalker e Mortal: Veja o que aconteceu com Dave Kroupa e Liz Golyar

Novo documentário da Netflix, Amante, Stalker e Mortal retrata a história de perseguição e assédio que um homem sofreu até acabar em tragédia nos EUA

por Thiago Lincolins

tlincolins_colab@caras.com.br

Publicado em 10/02/2024, às 17h12 - Atualizado em 12/02/2024, às 16h51

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
David Kroupa (à esqu.) e Liz Golyar (à dir.) - Divulgação/Netflix e arquivo pessoal
David Kroupa (à esqu.) e Liz Golyar (à dir.) - Divulgação/Netflix e arquivo pessoal

Nos últimos dias, a plataforma de streaming Netflix surpreendeu os assinantes com o lançamento do documentário 'Amante, Stalker e Mortal'. Na produção, que já se encontra no top 10 entre os mais assistidos, é retratada uma história que mais se parece com um roteiro de filme de suspense. 

Tudo começou em 2012, em Nebraska, nos Estados Unidos, quando um homem chamado David Kroupa passou a navegar num site de namoros após o fim de seu casamento.

Inicialmente, ele conheceu uma mulher chamada Liz Golyar, com quem manteve uma relação casual por duas semanas. Depois, passou a sair com Cari Farver, também informada de que seria apenas uma relação sem compromisso.

No entanto, o que ele não imaginava é que sua vida seria transformada num verdadeiro filme de terror, que envolveu, perseguição, assédio, um incêndio criminoso e até mesmo assassinato. 

ALERTA SPOILER!

Após se relacionar com Farver, que queria um compromisso sério, sua vida se transformou muito rapidamente. Ao recusar um pedido para que passassem a viver juntos, David começou a receber ameaças no nome de Cari por mensagens de texto. Ao mesmo tempo, ela também passou a ameaçar Liz Golyar, com quem David saiu antes. 

Primeiro, o carro de Golyar foi danificado. Depois, suas roupas foram rasgadas. O que já era grave se tornou motivo de pânico quando a sua casa foi incendiada. 

Ela sobreviveu, entretanto, acabou mudando de cidade. Cari permaneceu desaparecida. Já David, lidando com todo o trauma, deixou de receber ameaças. Recomeçando, ele marcou um encontro com outra mulher. 

Quando a nova pretendente não apareceu, Kroupa descobriu que tudo era uma farsa. A pretendente online, na realidade, era Cari, que voltou ao ameaçar. Além disso, seus filhos e a ex-esposa se tornaram alvos da mulher.

"Seu normal desce lentamente para anormal", afirmou Kroupa no documentário. "A paranóia é a sua vida. Você fica pensando em 'e se' o tempo todo. Às vezes era difícil saber o que era real e o que eu estava imaginando". 

Em 2015, os investigadores Ryan Avis e Jim Doty, do Gabinete do Xerife do Condado de Pottawattamie, em Council Bluffs, Iowa, passaram procurar Carie, que não dava sinais há dois anos, apesar das ameaças. 

Em sua casa, notaram que as roupas não foram levadas, assim como outros pertences. Além disso, os registros bancários indicavam duas transações feitas no dia anterior ao desaparecimento, ocorrido em novembro de 2012. O que chamou atenção? Não havia movimentação após a data. 

Imagem do documentário 'Amante, Stalker e Mortal' - Divulgação/Netflix

"Não é normal que os adultos simplesmente saiam e literalmente não gastem dinheiro. Ninguém os viu e ninguém ouviu sua voz... Simplesmente não fazia sentido", afirmou Avis à ABC News. "Cheguei à conclusão de que não poderia provar que ela estava realmente viva". 

Reviravolta

Se aprofundando no caso, os investigadores recrutaram Tony Kava, especialista em TI. Como mostra o documentário, ele descobriu que um endereço de IP levava a residência de Todd Butterbaugh, um colega. Ao revistarem a sua casa, uma surpresa: Todd informou que namorava Liz Golyar, que passou a viver ao seu lado após perder a casa num incêndio.

Assim, eles descobriram que Cari Farver também era uma vítima da história. Durante todo esse tempo, Liz se passava por ela, que permanecia desaparecida. No entanto, faltavam provas para prender a verdadeira responsável pelas ameaças. 

Cari Farver, a verdadeira vítima do caso - Arquivo pessoal

Em mais uma reviravolta chocante, as autoridades descobriram que Golyar, na realidade, havia matado Cari. Além de impressões digitais encontradas no carro da vítima, um dos assentos tinha sangue. 

Apesar da ausência do corpo, as outras evidências foram suficientes para prender Liz. Acusada de assassinato em primeiro grau, ela negou que fosse a autora do crime. O documentário até mostra que ela havia tentado incriminar Amy Flora, ex-mulher de David.

"Parte de mim queria acreditar que era uma conclusão precipitada que ela era culpada", explicou Kroupa no documentário da Netflix. "Mas estávamos todos preocupados que houvesse toda a possibilidade de ela sair de lá". 

O que aconteceu com Liz?

O corpo de Cari não foi encontrado, no entanto, as digitais de Liz e o sangue no banco do veículo resultaram na condenação da criminosa.

Liz Golyar - NEBRASKA DEPARTMENT OF CORRECTIONAL SERVICES / PCSO

Como mostra o documentário, ela foi condenada à prisão perpétua sem chance da pena progredir para a condicional em agosto de 2017. Conforme a People, Golyar cumpre pena no Centro Correcional para Mulheres de Nebraska. 

E Kroupa?

Já David tem uma vida discreta atualmente. Hoje, ele vive em Nebraska ao lado de Margie Hover, sua namorada, explica a People. 

"Não me sinto inocente de tudo isso. Muitas coisas ruins aconteceram com pessoas boas, tudo por causa de uma série de eventos nos quais estou no centro", desabafou ele. "A mulher com quem namorei tinha objetivos, era sorridente e queria fazer alguma coisa. Ela estava apenas tentando abrir caminho neste mundo."

Kroupa no documentário 'Amante, Stalker e Mortal' - Divulgação/Netflix

Em 'Amante, Stalker e Mortal', ele diz que se sente culpado pela morte de Cari. 

"Sinto muito pelo que aconteceu", explicou ele."Se eu não tivesse conhecido Cari, ela não teria conhecido Liz e tudo isso não teria acontecido. Se eu soubesse que a escolha era essa loucura ou dissesse a Cari que não estou interessado, eu teria contado Cari, não estou interessado. Mas você não tem essa escolha". 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!