Matérias » Ciência

As insanidades do terraplanista que morreu tentando "provar" que a Terra é plana

Mike Hughes era conhecido por voar em foguetes caseiros em prol do terraplanismo - mesmo que isso custasse a sua vida

Vanessa Centamori Publicado em 07/03/2020, às 08h00

Terraplanista é conhecido como Mad Mike ( do inglês, “ Mike maluco”)
Terraplanista é conhecido como Mad Mike ( do inglês, “ Mike maluco”) - Facebook Mike Hughes

Desde 2016, o terraplanista conhecido como Mike Hughes tentou, durante quatro vezes, voar em um foguete feito por ele mesmo. Boatos circularam na internet de que ele estaria arriscando a própria vida para provar a sua teoria sem embasamento científico. Até que no último dia 22 de fevereiro, o desfecho foi realmente trágico e o aventureiro acabou falecendo em uma de suas empreitadas. 

Na última jornada que terminou causando sua morte, Hughes realizava um voo para o programa "Astronautas Caseiros" do Science Channel. O objetivo era chegar a uma altura de 1,5 quilômetros, sobrevoando a região de Barstow, na Califórnia. 

O jornalista Justin Chapman observou o acidente junto à sua esposa. Segundo o profissional, o foguete construído pelo terraplanista pareceu esfregar no aparelho que lançou o equipamento. Isso pode ter rasgado o paraquedas que aliviaria o impacto e podia ter salvado a vida de Hughes. 

Como a Terra não é plana, nenhum de seus experimentos jamais provou a informação equivocada. Hughes era conhecido como Mad Mike (do inglês, “Mike maluco”). O aventureiro tinha tanta excentricidade que em 2017 conseguiu voar na velocidade de 160 km/h e na altura de 571 metros, usando um foguete caseiro. 

Apesar do feito, essas marcas não eram suficientes para que ele pudesse ver a curvatura da Terra (essa só pode ser observada a 11 km de altitude). Se o nosso planeta tivesse formato plano, bater a meta de ver a curvatura permitiria “visualizar" a Terra plana. 

Mike Hughes e seu foguete temático da terra plana / Crédito: Divulgação Facebook Mike Hughes

 

A imprensa relacionou os experimentos de Hughes à sua crença no terraplanismo devido à uma declaração feita por ele em 2017 para o documentário Rocketman: Missão de Mike Louco para Provar a Terra Plana. 

Na ocasião, Hughes disse não aceitar a palavra nem da NASA, nem do bilionário Elon Musk, fundador da SpaceX. "Vou construir meu próprio foguete aqui e vou ver com meus próprios olhos de qual forma é este mundo em que vivemos", afirmou Mad Mike. 

Contraditoriamente, em entrevista ao site Space.com, o construtor de foguetes amador disse que a verdadeira intenção de suas artimanhas na verdade era apenas realizar lançamentos para “inspirar as pessoas”. “Embora eu acredite na Terra plana, isso nunca foi uma tentativa de provar isso", contou.  

Um paraquedas usado pelo terraplanista / Crédito: Reprodução Facebook Mike Hughes

 

Independentemente de suas intenções, voar e enxergar a Terra plana - ainda que isso não seja cientificamente possível - teria agradado o pregador do terraplanismo. Não por acaso, ele constantemente reforçava em entrevistas sua descrença na ciência.

“ Eu conheço aerodinâmica e a dinâmica dos fluidos e sei como as coisas se movimentam no ar”, disse o terraplanista, à agência Associated Press . “Sei o tamanho dos foguetes e o impulso. Mas isso não é ciência, é só uma fórmula. Não há diferença entre ciência e ficção científica.”


++Saiba mais sobre o terraplanismo com as obras abaixo:

Conspiração Terra Plana, de Ricardo Max ( 2018) - https://amzn.to/2PQQ9NV

'Mad' Mike Hughes: The Tell All Tale ( versão em inglês, 2018), de Michael Hughes - https://amzn.to/3axfyUz

Cosmos, de Carl Sagan ( 2017) - https://amzn.to/2TIIK4f

Do átomo ao buraco negro: Para descomplicar a astronomia, de Schwarza ( 2018) - https://amzn.to/2TGyCco