Matérias » Personagem

Asa Earl Carter, a bizarra história do ex-membro da KKK que passou a se apresentar como nativo americano

De fanático segregacionista a origens com nativos cherokee, a mudança na vida de Carter parecia improvável

Giovanna Gomes Publicado em 04/02/2021, às 14h50

O apresentador Asa Earl Carter
O apresentador Asa Earl Carter - Divulgação

No ano de 1976, foi lançado o livro  The Education of Little Tree (A Educação de Pequena Árvore, em português), de autoria de Forrest Carter.

A obra conta a história de um menino que, aos oito anos, se torna órfão e passa a viver com seus avós descendentes de nativos americanos Cherokee. Com eles, a criança começa a aprender acerca dos costumes e valores do povo indígena.

De início, não foi um grande sucesso de vendas. Apenas anos mais tarde, com seu relançamento no final da década de 1980, que a história conquistou o público, de modo que, em 1991, tornou-se o maior best-seller de não ficção do The New York Times. Além disso, recebeu, mais tarde, uma adaptação em um filme de Hollywood.

Contudo, o que muitos não sabem é que o autor do livro, que anteriormente atuava como apresentador de talk show no Alabama era um fanático segregacionista e membro da Ku Klux Klan, de acordo com a National Public Radio, em matéria de 2012. Seu verdadeiro nome era Asa Earl Carter.

Asa Carter era apresentador de talk show no Alabama / Crédito: Divulgação

 

Fanatismo

No ano de 1963, Asa escreveu um discurso para o governador de seu estado, GeorgeWallace, em sua cerimônia de posse. Assim, o novo governador pronunciou frases como: "Em nome das maiores pessoas que já pisaram nesta terra, eu traço a linha na poeira e lanço a luva aos pés da tirania, e digo segregação agora, segregação amanhã, segregação para sempre!"

Com o tempo, deixou de apoiar o político, já que Wallace teria, em sua opinião, tornado a segregação mais branda. Os ideiais do apresentador se tornaram tão radicais, que o político o afastou no ano de 1970.

Profundamente insatisfeito com a vitória de Wallace em 1971, que teria se tornado liberal demais para os ideias de Carter, o apresentador simplesmente desapareceu.

Um de seus amigos, Ron Taylor declarou que, um dia, Carter ligou para ele dizendo que iria embora. "Ele saiu do vale de Choccolocco, se bronzeou, deixou o bigode crescer, perdeu cerca de 9 quilos e se tornou Forrest Carter". Foi assim que ele começou a escrever romances.

George Wallace / Crédito: Divulgação

 

Naquela década, Carter começou a se apresentar para as pessoas como um Cherokee, dizendo que havia sido criado por seus avós em uma cabana no estado do Tennessee. 

Em 1975, ele foi ao programa The Today Show , apresentado por Barbara Walters. "Ele disse que lutava com cavalos e, quando estava em Oklahoma, era o contador de histórias da nação Cherokee", declarou o repórter Wayne Greenhaw, que ficou confuso com a situação que testemunhara pela TV.

Ele buscou informações com pessoas que conheciam Carter e, dias depois, conseguiu entrar em contato com Asa. "Ele disse: 'Você não quer machucar o velho Forrest, quer?' E eu disse: 'Pare com isso, Asa, eu reconheço essa voz.' "

Forrest Carter / Crédito: Divulgação

 

Para o historiador e biógrafo de George Wallace, Dan Carter, que não tem parentesco com Forrest, as pessoas que apreciam a obra The Education of Little Tree deveriam saber que não tem nada de surreal. Isso porque até mesmo as palavras que o escritor utilizou no livro não eram Cherokee, mas sim termos inventados.

“A maioria das pessoas que adoraram o livro não poderia imaginar que um ex-integrante da Ku Klux Klan, racista e antissemita pudesse ter escrito A Educação de Little Tree”, disse ele. “Dependendo de como você vê, é um livro que abraça uma árvore”, diz Taylor. "Mas, por outro lado, é um livro de direita, como quem diz 'governo me deixe em paz'".


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Infiltrado na Klan: Desmascarando o ódio, Ron Stallworth (2018) - https://amzn.to/358SFWd

A autobiografia de Martin Luther King, Clayborne Carson e Martin Luther King (2014) - https://amzn.to/3586295

KLAN: Killing America: The original stories of the Ku Klux Klan (English Edition), Ken Rossignol, eBook (2013) - https://amzn.to/2W0QKyN

The Second Coming of the KKK: The Ku Klux Klan of the 1920s and the American Political Tradition (English Edition), Linda Gordon, eBook (2017) - https://amzn.to/3cQg2q3

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W