Matérias » Personagem

Conheça o destino dos principais membros da família bin Laden depois do 11 de Setembro

De acidente de avião a abatimento por drone, a família do terrorista mais famoso do mundo não encontrou paz depois do atentado à Torres Gêmeas

André Nogueira Publicado em 20/01/2020, às 09h00 - Atualizado às 09h19

Imagem de casamento da filha de Bin Laden na Al-Jazeera
Imagem de casamento da filha de Bin Laden na Al-Jazeera - Getty Images

Em 2011, foi anunciada a morte de Osama bin Laden, terrorista mais importante na visão dos EUA e responsável pelos ataques do 11 de Setembro de 2001. A família bin Laden, importante e ricos empreendedores sauditas, não teve uma vida mais simples que a de seu membro mais famoso, passando por diversas situações como acidentes de avião e reviravoltas ideológicas.

Osama tinha seis esposas e as tratava, como ao restante da família, de maneira problemática. É conhecido o fato de que o líder dos bin Laden abusava de seus filhos e os impedia de mostrar os dentes ao sorrir, por exemplo. Cheio de manias, Osama foi abandonado por diversas mulheres e familiares.

Conheça o destino de alguns membros da importante família de bin Laden!

SANA, ZUHAIR e RAJAA

Em 2015, a família bin Laden voltou a ser relacionada à queda de um avião. Porém, dessa vez, um acidente levou três de seus familiares: sua meia-irmã Sana, seu cunhado Zuhair Hasim, e a madrasta, Rajaa Hashim.

Crédito: Reprodução YouTube

 

O jato da família sobrevoava da Itália à Inglaterra quando, já no processo de pouso, colidiu com vários carros nos arredores do aeroporto de Blackbushe. Foi revelado que o acidente foi causado por falha humana do piloto, que estava muito mais rápido do que deveria para o pouso da aeronave. Os três membros da família morreram carbonizados.

HAMZA

Desde cedo, Osama bin Laden treinou seus filhos para aderirem à causa sunita violenta, chegando a filmá-los, ainda crianças, em campo de batalha manuseando armas de fogo. Ele chegou a dedicar parte do treinamento das crias ao incentivo para que eles se tornassem homens-bomba.

Quando Osama foi assassinato pelas forças militares estadunidenses no Paquistão, seu filho Hamza assumiu seu lugar na liderança do grupo al-Qaeda, divulgando vídeos contra os EUA e o governo saudita como fazia o pai. O mais bizarro é que Hamnza é fisicamente muito parecido com o pai.

SA’AD

Sa’ad bin Laden foi um dos vários filhos de Osama com sua primeira esposa, Najwa, que nasceu com problemas de desenvolvimento (no caso, autismo). Apesar dos esforços da mãe em leva-lo em médicos na Arábia Saudita, ele foi majoritariamente tratado pelo pai com medicina tradicional.

Porém, com a fuga da família do Paquistão em 2002, muitos bin Ladens se mudaram para o Irã, onde Sa’ad foi condenado a prisão domiciliar pelo envolvimento que tinha com a al-Qaeda (que nunca deixou de ter).

Mesmo preso, Sa’ad continuou ativo no grupo terrorista, além de se casar e ter vários filhos. Porém, em 2008, ele aproveitou uma visita feita por uma autoridade do país na casa onde estava confinado para fugir e sair em busca do pai. Porém, em, 2009, antes de encontra-lo, o jovem foi abatido por um drone dos EUA no Waziristão, região paquistanesa.

OMAR

Omar bin Laden / Crédito: Getty Images

 

Desde cedo, Omar bin Laden, herdeiro de Osama, tinha problemas com o pai. Começou quando ele foi impedido de usar sua bombinha, mesmo tendo asma. Ainda jovem, o quarto filho de 11 homens se afastou da ideologia do pai, chagando a fugir de Tora Bora meses antes do ataque ao WTC, nunca mais vendo Osama.

Depois, quando foi convocado para a segunda guerra do Afeganistão, reparou os horrores provocado pela aliança de seu pai, levando à chacina de muçulmanos por muçulmano, se desvencilhando das ideias da al-Qaeda e se voltando contra o líder das família. Ao descobrir que algo estava sendo planejado para 2001, fugiu para o Paquistão e, depois, Arábia Saudita.

Omar se voltou contra seu pai depois que ele foi forçado a lutar na guerra civil afegã (1996-2001). Seu serviço o levou à frente de batalha, onde ele testemunhou muçulmanos lutando contra muçulmanos, o que o assustou. Depois disso, quando Omar descobriu que algo grande estava sendo planejado para o outono de 2001, ele decidiu fugir primeiro para o Paquistão e depois para a Arábia Saudita.

Omar ainda foi diagnosticado com esquizofrenia após relatar que ouvia a voz do pai em sua cabeça. Se separou de sua esposa  e passou a renegar o legado familiar.

AMAL

A esposa mais jovem de Osama, Amal, teve uma ação surpreendente em 2011, quando seu marido foi morto. O acompanhando nas montanhas do Paquistão, ela insistiu em estar com o marido, mesmo na situação de pouquíssima segurança. Porém, quando as tropas da Marinha Americana chegaram, Amal tentou apressá-las para ajuda-los a pegar o terrorista.

Mesmo tentando ficar do lado dos estadunidenses, ela levou um tiro na perna e só sobreviveu porque perdeu temporariamente a consciência e, ao acordar, com o marido já assassinado, se fingiu de morta até a desocupação da caverna.


+Saiba mais sobre Osama Bin Laden e sua fortuna:

1. Bin Laden, Os - Uma Familia Arabe No Seculo Norte-Americano, de Steve Coll (2009) - https://amzn.to/2ZW6950

2. Procurado: Do 11 de setembro ao ataque a Abbottabad, os dez anos de caça a Osama Bin Laden, de Peter L. Bergen (2012) - https://amzn.to/39X3g8G

3. Bin Laden não morreu!, de Anderson Fabiano - https://amzn.to/2T3mrYe

4. Sob a sombra do terror, de Jean Sasson e Omar Bin Laden (2010) - https://amzn.to/37HiWuH

5. Plano de ataque: A história dos vôos de 11 de setembro, de Ivan Sant'Anna (2014) - https://amzn.to/39NMGba

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.