Matérias » Personagem

Da infância turbulenta as drogas: A saga de Macaulay Culkin

Os bastidores não tão glamorosos da vida do ator mirim que se aposentou aos 14, precisou superar as drogas

Ingredi Brunato Publicado em 15/11/2020, às 10h00

Montagem mostrando diferentes fases da vida de Macaulay Culki
Montagem mostrando diferentes fases da vida de Macaulay Culki - Divulgação

Macaulay Culkin é um ator cujo rosto muito poucos não reconheceriam - ainda que faça anos que ele não tenha uma carreira ativa no cinema. Isso porque o intérprete de Kevin McCallister, o protagonista dos inesquecíveis filmes da saga “Esqueceram de Mim”, se aposentou já aos 14 anos de idade, com milhões em sua conta bancária

Foi com essa idade que o menino, que tinha na época uma grande carreira como estrela infantil, com um sucesso de bilheteria atrás do outro, decidiu que não queria mais fazer parte de produções cinematográficas

Embora se aposentar tão jovem possa parecer um sonho se tornando realidade para muitos, todavia, não é preciso pesquisar muito sobre a trajetória de Culkin para descobrir que sua vida estava longe de ser ideal. 

O ator mirim estava cansado de fazer um filme atrás do outro, sentia falta de ir para a escola e tinha um pai abusivo controlando sua carreira - cuja prioridade era garantir que essa gerasse o maior lucro quanto possível, sem que o bem-estar do filho fosse realmente considerado. 

Culkin como em filme "Riquinho" / Crédito: Divulgação/Warner Bros. Pictures

 

Processo judicial 

Quando Macaulay tinha 14 anos, seus pais decidiram se divorciar. Eles tinham sete filhos então, com o loirinho sendo apenas o mais velho, e também não o único com uma carreira no cinema, embora fosse o mais famoso. No processo de separação, ocorreu uma disputa que logo ganhou os holofotes da mídia: Kit Culkin (que, vale mencionar, era ele próprio um ator fracassado) e Patricia Bentrup queriam cada um a guarda integral dos filhos, e com isso, sua fortuna. 

Então, aconteceu algo inesperado. A estrela de “Esqueceram de Mim” conseguiu que um juiz bloqueasse o acesso de seus pais aos 70 milhões de dólares que havia ganhado durante os últimos cinco anos na indústria cinematográfica, e escolheu seu contador como guardião legal.

Depois disso, deu o fora da casa onde morava com a família, vivendo em um rico apartamento em Nova York e, pela primeira vez, decidindo os rumos de sua vida. Seu pai parou de falar com ele depois disso. 

Kit Culkin 

Anos mais tarde, Macaulay ainda contou à revista Time sobre o inferno que vivia em casa: “Meu pai era um homem abusivo. Não tanto de modo físico, embora tenha havido um pouco disso, mas de modo mental”, contou. Vale aqui lembrar também que Patricia Bentrup havia acusado Kit de ser agressivo contra ela durante a separação. 

“Eu lhe pedia um descanso, queria sair de férias pela primeira vez na vida, e ele não parava de assinar contratos para mais filmes. Ninguém me ouvia. Meu pai tinha uma cama tamanho gigante e uma televisão enorme e me fazia dormir com meu irmão no sofá. Fazia isso para quebrar meu espírito. Então, eu me retirei para desaparecer da face da Terra.”, desabafou ainda o Culkin mais velho. 

Outros episódios que demonstram o caráter tóxico de Kit seria, por exemplo, seu hábito de chantagear e ameaçar diretores, estúdios e quem fosse preciso para conseguir que seu filho estivesse na produção, durante esse período que administrou a carreira. 

Drogas 

No início dos anos 2000, Macaulay voltou aos noticiários por conta de problemas com drogas, principalmente álcool, maconha e tranquilizantes. Como consequência, também teve problemas com a polícia, sendo preso em 2004. Para o público, era apenas mais outra criança que havia passado sua infância em Hollywood, e se tornava um ‘jovem problemático’ após crescer. 

Felizmente, Culkin foi capaz de se recuperar. Em uma entrevista para a revista Esquire em fevereiro deste ano, o ator que atualmente tem, acredite se quiser, 40 anos de idade, abordou o tema delicado: “Eu brinquei com fogo, acho que é a melhor maneira de dizer”, explicou, apontando também que felizmente nunca precisou se internar em uma clínica de reabilitação para voltar à sobriedade. 

Macaulay Culkin atualmente, aos 40 anos de idade / Crédito: Divulgação 

 

“Eu não seria a pessoa que sou hoje se nunca tivesse usado drogas na vida, uma hora ou outra. Eu tive algumas experiências esclarecedoras com elas - mas também é estúpido, sabe? Então, além do relaxante muscular ocasional, não, eu não uso drogas por lazer. São como velhos amigos, mas às vezes você supera seus amigos”, contou ainda Macaulay para a revista.

Atualmente, o astro está longe dos vícios, porém, sem realizar um trabalho de grande relevância. Aos 40 anos, ele faz campanhas publicitárias e é noivo da ex-atriz da Disney, Brenda Song.


+Saiba mais sobre Hollywood por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Hollywood: 131, de Charles Bukowski (1998) - https://amzn.to/2UXDWKe

Cenas de uma revolução: o nascimento da nova Hollywood, de Mark Harris (2011) - https://amzn.to/3c6gqAr

O pacto entre Hollywood e o nazismo: Como o cinema americano colaborou com a Alemanha de Hitler, de Ben Urwand (2019) - https://amzn.to/2ViwOqO

Hollywood Babylon: The Legendary Underground Classic of Hollywood's Darkest and Best Kept Secrets (Edição Inglês), de Kenneth Anger (1981) - https://amzn.to/2RurMWU

O livro do cinema, de Vários autores (2017) - https://amzn.to/2VeOS52

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W