Matérias » Estados Unidos

De tragédias a música pop: a história por trás da mansão milionária dos EUA

A luxuosa casa em Rhode Island foi palco de um amor dos anos 50 — e acabou virando inspiração musical

Alana Sousa Publicado em 17/01/2021, às 07h00

A mansão de Rhode Island atualmente
A mansão de Rhode Island atualmente - Divulgação/Zillow

Apesar de hoje pertencer a um dos maiores nome da música mundial, a luxuosa mansão localizada em Rhode Island, Estados Unidos, antes de ser comprada por Taylor Swift, hospedava a extravagante socialiteRebekah Harkness.

Avaliada em 90 milhões de reais em 2013, quando foi adquirida pela cantora estadunidense, a residência é a mais cara da região costeira do estado americano. Com mais de 16 quartos, sala de estar com bar e lareira, 10 banheiros e um vista privilegiada para o mar, o casarão se destaca mesmo por seu valor histórico.

A relevância é tamanha que, em julho de 2020, ao lançar seu oitavo álbum de estúdio, intitulado Folklore, Swift dedicou a terceira música para a histórica casa, nomeando a faixa de The Last Great American Dinasty (A Última Grande Dinastia Americana, em tradução para o português), em referência a socialite e seu rico marido.

Os excêntricos residentes

Durante as décadas de 1950 e 1960, as revistas davam grande atenção à Harkness. Divorciada de seu primeiro marido, casou em 1947 com William Hale Harkness, herdeiro da Standard Oil. Se o matrimonio por si só já foi considerado um escândalo, após a morte de Bill, a história tomou novas proporções.

“Eles escolheram uma casa e chamaram de Casa De Férias. Suas festas eram de bom gosto, e um pouco barulhentas”, narra Taylor em sua aclamada composição. E não estava errada, a mansão era conhecida por abrigar as mais exóticas festas da região.

Rebekah Harkness, socialite americana / Crédito: Wikimedia Commons

 

Dentro do extenso perímetro, a mídia na época contava que nomes importantes, como do pintor surrealista Salvador Dalí, frequentavam o deslumbrante local. Até por isso, rumores polêmicos de que as comemorações constantes teriam sido a causa da morte do herdeiro circularam na cidade; já com o coração debilitado, a instrução médica era para que ele levasse uma vida mais calma.

Muitos culparam Rebekah pela morte do marido, seu desejo de uma vida regada a luxos levara o homem ao limite que, exausto, pereceu devido a um ataque cardíaco. Depois do fatídico episódio, a vida da socialite que havia se mudado do Missouri para entrar na alta sociedade americana mudou para sempre.

A mansão

Rebekah desistiu da vida em Rhode Island para sempre. Convidou todo o seu grupo de amigas da cidade. Encheu a piscina de champanhe e nadou com os grandes nomes. E gastou todo o dinheiro com garotos e balé. E em perder apostas de jogo de cartas com Dalí”, canta Swift em outra parte da canção.

De fato, havia boatos de que a mulher fazia seus funcionários limparem a piscina com o caro espumante Dom Pérignon. Além disso, ela supostamente mandava encher o recipiente com o champagne para festejar com seus amigos.

A luxuosa mansão / Crédito: Divulgação

 

Enquanto a reputação de uma viúva louca aumentava, Harkness gastava rapidamente a herança do marido, até que decidiu se mudar da mansão. Passou então a viver em Nova York — enquanto isso a propriedade permanecia abandonada.

Assim se seguiu por 50 anos, “A Casa De Férias permaneceu silenciosamente naquela praia, livre de mulheres com loucura, os homens e seus hábitos ruins. E então foi comprada por mim”. Dessa maneira Swift interliga a histórica melancólica da mansão com sua própria experiência.

Na década passada, a artista americana ganhou os tabloides por suas festas de 4 de julho, em que chamava amigos e namorados para comemorar a Independência dos Estados Unidos. Se vendo na antiga dona da casa, Taylor reflete: “Quem sabe, se eu nunca tivesse aparecido, o que poderia ter sido?”. Presenciando a mudança dos tempos e segredos, o casarão permanece intacto desde sua construção em 1930.


+Saiba mais sobre temas semelhantes através das obras disponíveis na Amazon

Bilionários, de Ricardo Geromel (2015) - https://amzn.to/3f61KUf

Bill Gates: The Man Behind Microsoft, por JR MacGregor (2017) - https://amzn.to/2VdKumR

Bill Gates - O Nerd Bilionário, por Leia Negócios (2019) - https://amzn.to/3e5tyHH

The Four: The Hidden DNA of Amazon, Apple, Facebook, and Google (English Edition), Scott Galloway (2017) - https://amzn.to/2tqNAtT

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W